Menu
SADER_FULL
terça, 22 de janeiro de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Puccinelli critica atuação da Funai junto à aldeias de Dourados

3 Ago 2007 - 15h57
O governador André Puccinelli (PMDB) fez duras críticas, hoje de manhã, à política de distribuição de alimentos implementada pela Funai (Fundação Nacional do Índio) junto às aldeias indígenas de Dourados, no sul do Estado.

"A Funai não está cuidando tão bem das aldeias como deveria. Vamos pedir ao governo federal para que volte ao sistema antigo de distribuição", disse Puccinelli, referindo-se à sistemática antiga de transporte dos alimentos às aldeias, administrada pelo governo do Estado e pela Funasa (Fundação Nacional de Saúde).

"Desde fevereiro nos dispusemos a ajudar. Quando a entrega for de responsabilidade do governo de MS e da Funasa, garanto que não haverá mais atrasos", falou o governador, logo após um breve encontro, no final da manhã, com líderes das aldeias indígenas de Jaguapiru e Bororó, que têm registrado um dos maiores índices da história de desnutrição infantil, por conta da demora  da entrega das cestas de alimentos enviadas pelo governo federal à região.

Puccinelli, que esteve em Dourados para prestigiar a filiação ao PMDB do deputado federal Geraldo Resende (ex-PPS), falou que vai fiscalizar pessoalmente, de agora em diante, a distribuição das cestas básicas nas aldeias de Dourados. Ele entregou cópia de documento a lideranças indígenas em que solicita ao governo federal a responsabilidade de administrar a entrega de alimentos aos índios, juntamente com a Funasa.

O governador lembrou que desde fevereiro, quando o Estado fez parceria com a Funasa para agilizar a entrega das cestas, os problemas de falta de alimentos nas aldeias foram minimizados.

Entre 2005 e 2006, principalmente, a Funai foi acusada de gerir mal a entrega dos alimentos nas aldeias, o que contribuiu com um número de mortes de crianças índigenas sem prescedentes na região.

Por conta dos óbitos, a Assembléia Legislativa chegou a abrir uma CPI para investigar os procedimentos de entrega de alimentos pela Funai nas reservas. Em função das investigações não terem surtido o efeito necessário, a Câmara Federal abriu procedimento semelhante há poucos meses, de onde deve tirar um diagnóstico mais preciso sobre os motivos de tantas mortes de crianças nas reservas de Dourados.

 

 

Dourados Agora

Deixe seu Comentário

Leia Também

PERSISTÊNCIA
Filho de faxineira e porteiro passa em medicina no Paraná
RENOVAÇÃO LICENÇA
Extinção de mais 130 rádios comunitárias no Brasil deve alcançar emissora de Ponta Porã
CENAS FORTES
Vídeo flagra mulher sendo agredida por ex-marido com socos e chutes
GUERRA NO RJ II
Parentes de mortos durante chacina em São Gonçalo e Itaboraí dizem que vítimas eram inocentes
GUERRA NO RJ
Chacina deixa pelo menos 7 mortos na Região Metropolitana do Rio
BBB 19
Famosos protestam contra Maycon por agredir animais e mãe o defende: 'Não é um monstro'
MORTE A ESCLARECER
Exército investiga morte de sargento após teste de aptidão física
CASO DE POLÍCIA
Rapaz morre em pátio de motel
MINISTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Ministra Tereza Cristina garante fortalecer cadeia do leite e agricultura familiar
PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho