SUCURI_MEGA
FatimaNews - Notícias de Fátima do Sul e região
Fátima do Sul, 21 de fevereiro de 2018
UNIPAR_468
RIO_DOURADOS
10 de junho de 2010 09h54

Puccinelli ainda quer Murilo para simular pacto com Dourados

Mídia Max

Depois da polêmica causada na política estadual por causa das declarações em insinuavam desprezo à candidatura do vice-governador Murilo Zauith (DEM) ao Senado, o governador André Puccinelli (PMDB) inventou de “última hora” uma agenda oficial  e estará em Dourados na manhã desta quinta-feira (10). Na tentativa de simular um pacto com a Grande Dourados, Puccinelli diz que ainda quer Murilo ao seu lado.

O sonho do governador é aparar as arestas e resgatar o democrata. A missão de André na sua rápida visita a Dourados seria“contemplar” a região Sul na chapa majoritária. Pode ser um sonho como foi sonho Dourados “sonhar” com a candidatura de Murilo.

Mas este projeto de Puccinelli se esbarra na rejeição que a população de Dourados passou a nutrir pela dobradinha “André ao Governo e Murilo ao Senado”.

A esta altura do “campeonato eleitoral”para os douradenses o nome de Murilo Zauith não representa mais a vontade não só da população de Dourados como de todo o Sul do Estado que acalentava o sonho de chegar ao Senado através da candidatura do vice-governador.

Puccinelli viu que falou “água” em Três Lagoas onde disse que um senador já era do PMDB e outro do PT e “não tinha para mais ninguém”. Esta declaração caiu como uma bomba e teve efeito destruidor.

Os estragos apareceram de imediato: o vice-prefeito de Campo Grande Edil Albuquerque, que seria o suplente de Murilo, rompeu publicamente com o governador alegando que “não posso admitir que me usem”. Em seguida foi a vez de Murilo falar “grosso” e dizer que estava de fora da disputa.

Nos bastidores políticos a informação corrente é que Puccinelli quer mitigar a confusão gerada com sua declaração ao Correio do Estado e para apaziguar a sua já conturbada relação política com Murilo traria debaixo do braço uma “proposta irrecusável” para o vice-governador.

A agenda que André “inventou” para Dourados justamente no dia em que o presidenciável José Serra (PSDB) estará em Campo Grande, começa as 08h no Ginásio Municipal de Esportes Ulysses Guimarães a pretexto de “anunciar verba para asfalto”.

Puccinelli deve desembarcar no Aeroporto Francisco de Mattos Pereira antes da sete da manhã correria direto para a casa de Murilo para cumprir o que seria o verdadeiro motivo de sua “agenda repentina a Dourados: ouvir, falar e oferecer alguma coisa para o vice-governador. Depois desta possível conversa, André iria para o Ginásio de Esportes para se encontrar com prefeito Ari Artuzi (PDT).

A assessoria do vice-governador Murilo afirmou que ele vai apenas cumprir a “agenda protocolar” e desmentiu o possível encontro “secreto” com Puccinelli.

Já a assessoria de comunicação do prefeito Artuzi emitiu nota informando que o governador assinará ordens de serviço para a execução de obras de recapeamento de vias urbanas, construção da quadra coberta da Patrulha Mirim e a construção da segunda etapa da Vila Olímpica Indígena da Aldeia Jaguapiru.

Comentários
Veja Também
Nossa_Lojas
G&L
LIMIT ACADEMIA_BOTTON
Últimas Notícias
  
LISTINHA_ONLINE
Eventos
dothCom © Copyright FatimaNews - Todos os Direitos Reservados.