Menu
LIMIT ACADEMIA
domingo, 20 de janeiro de 2019
SADER_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Puccinelli ainda quer Murilo para simular pacto com Dourados

10 Jun 2010 - 09h54Por Mídia Max

Depois da polêmica causada na política estadual por causa das declarações em insinuavam desprezo à candidatura do vice-governador Murilo Zauith (DEM) ao Senado, o governador André Puccinelli (PMDB) inventou de “última hora” uma agenda oficial  e estará em Dourados na manhã desta quinta-feira (10). Na tentativa de simular um pacto com a Grande Dourados, Puccinelli diz que ainda quer Murilo ao seu lado.

O sonho do governador é aparar as arestas e resgatar o democrata. A missão de André na sua rápida visita a Dourados seria“contemplar” a região Sul na chapa majoritária. Pode ser um sonho como foi sonho Dourados “sonhar” com a candidatura de Murilo.

Mas este projeto de Puccinelli se esbarra na rejeição que a população de Dourados passou a nutrir pela dobradinha “André ao Governo e Murilo ao Senado”.

A esta altura do “campeonato eleitoral”para os douradenses o nome de Murilo Zauith não representa mais a vontade não só da população de Dourados como de todo o Sul do Estado que acalentava o sonho de chegar ao Senado através da candidatura do vice-governador.

Puccinelli viu que falou “água” em Três Lagoas onde disse que um senador já era do PMDB e outro do PT e “não tinha para mais ninguém”. Esta declaração caiu como uma bomba e teve efeito destruidor.

Os estragos apareceram de imediato: o vice-prefeito de Campo Grande Edil Albuquerque, que seria o suplente de Murilo, rompeu publicamente com o governador alegando que “não posso admitir que me usem”. Em seguida foi a vez de Murilo falar “grosso” e dizer que estava de fora da disputa.

Nos bastidores políticos a informação corrente é que Puccinelli quer mitigar a confusão gerada com sua declaração ao Correio do Estado e para apaziguar a sua já conturbada relação política com Murilo traria debaixo do braço uma “proposta irrecusável” para o vice-governador.

A agenda que André “inventou” para Dourados justamente no dia em que o presidenciável José Serra (PSDB) estará em Campo Grande, começa as 08h no Ginásio Municipal de Esportes Ulysses Guimarães a pretexto de “anunciar verba para asfalto”.

Puccinelli deve desembarcar no Aeroporto Francisco de Mattos Pereira antes da sete da manhã correria direto para a casa de Murilo para cumprir o que seria o verdadeiro motivo de sua “agenda repentina a Dourados: ouvir, falar e oferecer alguma coisa para o vice-governador. Depois desta possível conversa, André iria para o Ginásio de Esportes para se encontrar com prefeito Ari Artuzi (PDT).

A assessoria do vice-governador Murilo afirmou que ele vai apenas cumprir a “agenda protocolar” e desmentiu o possível encontro “secreto” com Puccinelli.

Já a assessoria de comunicação do prefeito Artuzi emitiu nota informando que o governador assinará ordens de serviço para a execução de obras de recapeamento de vias urbanas, construção da quadra coberta da Patrulha Mirim e a construção da segunda etapa da Vila Olímpica Indígena da Aldeia Jaguapiru.

Deixe seu Comentário

Leia Também

PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho
BARRADO
Filho do cantor Marciano diz ter sido impedido de ir no velório do pai
A COBRA VAI FUMAR - SEGURANÇA NO MS
MS fecha o cerco contra a violência na fronteira em mega operação
LUTO NA MÚSICA
Marcelo Yuka, fundador do Rappa morre aos 53 anos
ROTEIRO ESPECIAL PARA O RIO DE JANEIRO
Roteiro diferente para continuar conhecendo o Rio de Janeiro
DICA DE TURISMO E FÉRIAS
Dicas para curtir uma temporada em Arraial do Cabo
LUTO - ESPORTE
Morre Jackelyne da Silva, ginasta da seleção brasileira, aos 17 anos
LUTO NA MÚSICA
Cantor sertanejo Marciano morre aos 67 anos, vítima de enfarto
CARNAVAL É NO CAMPO BELO RESORT
Carnaval é no Campo Belo Resort, reserve já seu lugar nesse bloco - Confira os pacotes
MS EM ALERTA
Meteorologia alerta para a possibilidade de chuva forte no fim de semana no MS