Menu
LIMIT ACADEMIA
segunda, 17 de junho de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
AGÊNCIA BONITO THIAGO
Brasil

PT e PSDB buscam reaglutinar forças para embate do 2º turno no MS

6 Out 2010 - 14h58Por Diário MS

Em Mato Grosso do Sul o PT e PSDB, partidos de Dilma Rousseff e José Serra, começaram a definir a estratégia de campanha para o segundo turno.

Os tucanos buscam reaglutinar as forças da coligação que reelegeu o governador André Puccinelli (PMDB) para reforçar a campanha de Serra. No primeiro turno o ex-governador paulista venceu a candidata do PT. Uma das estratégias do PSDB é manter o Bloco Democrático Reformista (BDR) coeso na campanha.

No PT os grupos liderados pelo ex-governador Zeca do PT e o senador Delcídio Amaral também vão reforçar a mobilização da militância em torno da campanha de Dilma. Tanto o PT quanto o PSDB tem expectativa de apoio de Marina Silva. A posição dela deverá ser tomada nos próximos 10 dias.

Terça-feira em Brasília, o senador Delcídio participou de reunião com o presidente Lula e anunciou que vai manter ativo seu comitê e vai se empenhar na mobilização do PT e seus aliados no Estado. “Vamos colocar toda nossa estrutura na campanha da Dilma”.


A cúpula estadual do PSDB também se reuniu nos estados. Em Mato Grosso do Sul o partido avaliou como positivo o desempenho do candidato José Serra no 1º turno. A reunião, conduzida pelo presidente regional e deputado federal eleito Reinaldo Azambuja teve a presença de Athayde Nery, do PPS, partido que ao lado do DEM integra o BDR.


Na avaliação das lideranças políticas, a votação de domingo zerou a disputa. Agora é uma nova etapa de campanha. Enquanto o PV não se define, o que deve acontecer nos próximos 10 dias, os partidos vão trabalhar na reaglutinação das forças que muitas vezes acabam se dispersando quando a eleição é levada para um segundo turno.


De acordo com o presidente regional do PSDB, Reinaldo Azambuja, os tucanos não podem escolher aliados. “Vamos buscar apoio de todos, independentemente de coloração partidária”, diz. Já o senador Delcídio Amaral aconselha humildade e trabalho, considerando que Dilma e Serra estão diante de uma nova disputa.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ASSASSINATO CRUEL
O massacre do menino Rhuan e o silêncio da grande mídia
FAMOSIDADES
Homem discute com mulher e mata bebê de quatro meses
SOLIDARIEDADE
Bebê nasce sem os olhos e mobiliza cidade do Paraná
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Pai mata filho de quatro anos e se mata por não aceitar fim do relacionamento
ASSASSINATO
Marido da deputada é morto a tiros
MULHER DO PRESIDENTE
Esposa de Jair Bolsonaro cai na internet, fotos íntimas são exibidas e todos ficam sem acreditar
DOURADOS - MANIFESTAÇÕES
Dono da Havan manda 'recado' a manifestantes após protesto em frente a loja de Dourados
VENENOSA
Agricultor é picado por cobra jararaca
FORÇA DE VONTADE
Advogado que pedia emprego na rua é contratado e ganha pós-graduação
CASO DE POLÍCIA
Filho mata a mãe e rouba seu cartão para comprar cocaína