SUCURI_MEGA
FatimaNews - Notícias de Fátima do Sul e região
Fátima do Sul, 22 de fevereiro de 2018
SADER_FULL
RIO_DOURADOS
28 de maio de 2010 05h17

PSDB organiza mega-encontro para André anunciar apoio a Serra

Conjuntura Online

O PSDB organiza um mega-encontro em Campo Grande para o governador André Puccinelli (PMDB) oficializar seu apoio à candidatura do tucano José Serra à Presidência da República.

A data e o local para o anúncio de apoio ao ex-governador de São Paulo estão sendo discutidos, mas, em princípio, a idéia é promover o ato público no dia 10 de junho na presença de Serra e demais lideranças políticas do PSDB, do PMDB, do DEM e demais partidos que devem compor aliança visando o governo de Mato Grosso do Sul.

Nesta quinta-feira, o presidente regional do PSDB, deputado estadual Reinaldo Azambuja, esteve em São Paulo conversando com Serra, conforme informou o líder da bancada tucana na Assembléia Legislativa, Professor Rinaldo.

Por meio de uma questão de ordem durante a sessão desta quinta-feira da Assembléia, o líder do PSDB alegou que seu companheiro de partido encontrava-se em São Paulo resolvendo assuntos particulares. No entanto, o Conjuntura Online apurou que Azambuja estava reunido com o presidenciável tucano, juntamente com o governador André Puccinelli.

Na parte da tarde, Azambuja se reuniu com a senadora Marisa Serrano para tratar da grande festa que o PSDB promoverá na Capital para receber a adesão do líder peemedebista à candidatura de Serra em Mato Grosso do Sul.

À imprensa, o governador tem prometido revelar seu candidato de preferência ao Palácio do Planalto até o final deste mês, o que não deve ocorrer devido a essa grande mobilização que está sendo organizada no ninho tucano.

Até o momento, o governador tem deixado dúvida em relação às eleições presidenciais, até porque ele aguardava um novo encontro com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que nutre esperança em vê-lo no palanque da ex-ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff.

Nem petistas e nem peemedebistas acreditam na hipótese de Dilma ter dois palanques em Mato Grosso do Sul devido à divergência histórica entre os dois grupos políticos. A ex-ministra já tem o apoio do ex-governador Zeca do PT, principal adversário de André Puccinelli na sucessão de outubro.

O namoro entre o peemedebista e a pré-candidata do PT à sucessão presidencial abriu crise na base aliada, uma vez que o Bloco Democrático Reformista (PSDB, DEM, PPS) ameaçou lançar candidatura própria ao governo estadual na eventualidade de André Puccinelli apoiar Dilma Rousseff.

Para o encontro que deverá ocorrer no próximo mês, a cúpula do PSDB pretende mobilizar na Capital parlamentares e lideranças políticas municipais de vários partidos cuja tendência é fazer parte do leque de aliança do governador André Puccinelli.

Comentários
Veja Também
LISTINHA_ONLINE
FORTALEZA
FARMÁCIA_CENTROFARMA_300
Últimas Notícias
  
SADER_LATERAL
Eventos
dothCom © Copyright FatimaNews - Todos os Direitos Reservados.