Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sexta, 22 de fevereiro de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
CANTINA BAH
Brasil

PSDB e DEM querem que Serra intensifique campanha no Centro Oeste

21 Ago 2010 - 06h05Por Conjuntura Online

Os comandos do PSDB e do Democratas em Goiás atuam para que José Serra – candidato à Presidência da República pela coligação O Brasil Pode Mais, formada pelo PSDB, DEM, PPS, PTB e PT do B – intensifique a campanha no Centro-Oeste.

Esse apelo também foi feito pelos dirigentes dessas legendas em Mato Grosso do Sul. Recentemente, Serra cancelou visita que faria ao Estado este mês, derrubando a agenda organizada pela senadora Marisa Serrano(PSDB-MS).

Coordenadora da campanha tucana, Marisa estava preparando um mega-evento para recepcionar o presidenciável tucano em Dourados e Campo Grande. No entanto, Serra preferiu priorizar os grandes colégios eleitorais, localizados nas regiões sul e sudoeste do País.

O presidente regional do PSDB, deputado estadual Reinaldo Azambuja, disse que acha importante a vinda do Serra, alegando que o presidenciável tem defendido a regionalização dos investimentos para atender as necessidades de cada Estado.

“Foi discutido na ultima reunião propostas de governo e Mato Grosso do Sul terá, entre outras obras, a duplicação da BR 163, conclusão das duas rodovias, que liga Cascavel, Mundo Novo, Dourados, Itaporã, Maracaju, como a que liga Panorama, Porto Murtinho, entrando no Paraguai, saindo no Pacífico. Entendo que a vinda dele é importante para ele mesmo colocar a questão da logística, principalmente o que ele tem defendido de apoio a agricultura e a classe produtora do Brasil”, observou.

Para Azambuja, Serra entende e sabe os problemas do setor agrícola e tem colocado muito firme isso.

“Nós queremos fazer uma agenda completa, não apenas em um município, mas talvez indo a Dourados e na própria Capital, que nós teremos com certeza um dia proveitoso”, acrescentou.

O senador Marconi Perillo (PSDB-GO), que é candidato ao governo de Goiás, e o deputado Ronaldo Caiado (DEM-GO), afirmaram hoje (20) que o candidato conta com o apoio da maioria dos prefeitos, deputados estaduais e vereadores da região.

O candidato passa o dia hoje em Goiânia, capital de Goiás. Pela agenda, ele vai se reunir com empresários, na Federação das Indústrias de Goiás. Serra, que chegou a Goiânia por volta das 11h40, comparece aos compromissos sem a companhia do candidato a vice-governador, Índio da Costa (DEM).

No final da tarde, o candidato visita o arcebispo de Goiás, dom Washington Cruz. Para encerrar, Serra faz uma caminhada no centro da cidade.

A campanha do PSDB e DEM em Goiás está estruturada em todos os 246 municípios. Temos pelo menos seis minutos de tempo de televisão e a estrutura no estado está bem capilarizada”, disse Perillo. “A ideia é intensificar a campanha no Centro-Oeste que é bem simpático à campanha dele [Serra] e isso potencializa para o restante do país”, afirmou Caiado.

Em Goiás, o PSDB e o DEM têm nomes que são apontados como puxadores de votos. Além de Perillo e Caiado, há os senadores Lúcia Vânia (PSDB) e Demóstenes Torres (DEM), que tentam a reeleição. Torres é um dos principais críticos do governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva no Congresso Nacional.

Determinado a concentrar o discurso em um tema por dia, pelo menos, o candidato escolheu para hoje a defesa dos medicamentos genéricos. Adotados em 1999, Serra afirmou que um terço dos medicamentos comercializados no país é de genéricos. Segundo ele, esse tipo de medicamento é metade do preço do convencional e gera R$ 13,7 bilhões de economia.

Depois de viajar nos últimos dias passando por Minas Gerais, pela Bahia e por São Paulo, o candidato reclamou de incômodo na garganta. Segundo ele, é o ar condicionado do avião.

Deixe seu Comentário

Leia Também

PERSISTÊNCIA
Ex-faxineiro se forma em Jornalismo e já está empregado
O QUE IMPORTA PARA VOCÊ?
Equipe médica leva paciente de UTI à formatura do filho
INDIGNAÇÃO
Pedreiro desafia Rodrigo Maia: 'Trabalhe 30 dias numa obra, que trabalho até os 80'
AMOR INCONDICIONAL
Cadela espera toda noite pela chegada de Boechat, diz mulher do jornalista
VIOLENCIA DOMESTICA
Reconstrução de rosto de mulher espancada na Barra vai durar seis meses, diz médico
REFORMA DA PREVIDÊNCIA
Aposentadoria é para viver, não para receber só à beira da morte
CHANTAGEM
Ladrões invadem estabelecimentos, obrigam funcionárias a tirarem a roupa, filmam e extorquem vítimas
FORAGIDO
Atirador invade escritório de advocacia e mata duas pessoas
BBB 19
Rízia chora por estar acorrentada: 'Vontade de desistir'
LARANJADA
Deputados do PSOL distribuem laranjas na chegada de Bolsonaro à Câmara