Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quarta, 20 de março de 2019
prefeitura VICENTINA Março 2019
Busca
ITALÍNEA
Brasil

PSDB deve enfrentar o PMDB em Campo Grande nas eleições de 2012

9 Nov 2010 - 05h14Por Conjuntura Online

O PSDB deve enfrentar o PMDB, tradicional aliado, pela primeira vez na disputa pela prefeitura de Campo Grande em 2012.

 

 

O rompimento iminente foi anunciado nesta segunda-feira pelo presidente regional do partido, deputado estadual Reinaldo Azambuja, que nutre esperança em contar com os peemedebistas como coadjuvantes durante à sucessão do prefeito Nelsinho Trad (PMDB) daqui a dois anos.

 

 

Deputado federal eleito em 3 de outubro, o próprio Azambuja revelou à imprensa o desejo de postular o cargo hoje ocupado hegemonicamente pelo PMDB.

 

 

O dirigente tucano disse estar na iminência de transferir seu título de eleitor de Maracaju, onde já foi prefeito por dois mandatos sucessivos, para a Capital.

 

 

“Ainda não transferi, mas vou transferir, isso já é um consenso no partido, posso ser uma opção para 2012”, comentou, durante a abertura da Expoinel (Exposição Internacional do Nelore) 2010, pela manhã na Capital.

 

 

Reinaldo ponderou que os tucanos podem ter outros nomes para a disputa, mas deixou claro que deve ser a primeira opção da legenda. Outro nome em discussão é o da senadora Marisa Serrano, vice-presidente nacional do PSDB.

 

 

Os tucanos devem ir para a disputa orientados pela cúpula nacional do PSDB, que determinou candidatura própria nos grandes centros brasileiros, inclusive nas capitais.

 

 

O partido também deve ampliar o número de candidatos às prefeituras sul-mato-grossenses.

 

 

“Nas eleições passadas, lançamos 29 candidatos no Estado e devemos aumentar isso em 2012. Quanto mais disputamos, mas temos chance de ganhar, e essas candidaturas também ajudam a ampliar o número de vereadores”, analisou.

 

 

CONFRONTO

 

 

Pelo lado do PMDB há o interesse de alguns nomes em suceder o prefeito Nelsinho Trad. Um dos que mais se movimentam em torno das eleições de 2012 é o presidente da Câmara de Vereadores, Paulo Siufi.

 

 

Apesar de não pertencer aos quadros peemedebistas, o ex-secretário estadual de Obras Públicas e deputado federal eleito Edson Giroto (PR) é lembrado como possível nome do grupo liderado pelo governador André Puccinelli (PMDB) para concorrer ao cargo.

 

Giroto, inclusive, pode retornar ao partido visando o próximo pleito. O médico e deputado federal eleito Luiz Henrique Mandetta (DEM), da mesma forma, é outra opção. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

FAMOSIDADES
Aos 58 anos, atriz Tássia Camargo sofre infarto e está na UTI de Hospital em Portugal
ASSÉDIO SEXUAL
Homem é morto a tiros após assediar mulher casada
FATALIDADE
Mulher morre ao cair de pé de abacate e bater cabeça na linha do trem
MANIACO SEXUAL
Pai flagra estupro da filha dentro de casa usando o celular, suspeito foi preso
FAMOSIDADES
Quem era Bettina antes do R$ 1 Milhão: Ela foi professora de balé, modelo e panfleteira
MENTOR DO MASSACRE
Polícia de Suzano apreende menor suspeito de planejar ataque
INTERNADO
Criança de 4 anos cai em poço de cinco metros de profundidade
RESGATADO
Cão abandonado em ilha estava sendo comido vivo por urubus
SEXTUPLOS
Americana dá à luz seis bebês em nove minutos
TRAGÉDIA EVITADA
Garoto de 11 anos leva faca na mochila para matar colega no ônibus escolar