Menu
SADER_FULL
RIO_DOURADOS
Busca
SUCURI_MEGA
Brasil

Próxima reunião do FCO-Empresarial será em Nova Andradina

14 Jul 2004 - 07h32
A Secretaria de Estado da Produção e do Turismo (Seprotur), em parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae-MS) e o Banco do Brasil, segue este fim de semana para mais uma reunião de trabalho sobre o Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste (FCO) – Empresarial. O próximo município a receber o grupo é Nova Andradina, na próxima sexta-feira.

Conforme programação para o ano de 2004, o FCO-Empresarial está disponibilizando para os micro e pequenos empresários de Mato Grosso do Sul aproximadamente R$ 76,5 milhões para financiamentos na área de indústria, comércio, turismo e serviços. “Para que os empreendedores do interior do Estado tivessem a oportunidade de conhecer melhor o FCO, prolongamos nossa agenda de reuniões que terminaria no fim de junho. Além de Nova Andradina também estaremos em Cassilândia no próximo dia 30”, comenta o superintendente de Indústria e Comércio da Seprotur, Washington Luiz Valente.

Do início do ano até agora o FCO já contratou aproximadamente R$ 87 milhões – dos R$ 300 milhões disponíveis esse ano – entre os 379 empreendedores nos diversos programas do Fundo. Isso sem contabilizar os R$ 17 milhões já computados pelas operações assistidas pelo Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) e Pronaf/Reforma Agrária.

“É importante lembrar que os 49% destinados aos médios e grandes investidores vêm sendo utilizados, mas temos ainda boa parte dos 51% dos R$ 300 milhões à espera dos micros e pequenos empresários”, acrescenta o secretário de Estado da Produção e do Turismo, também presidente do Conselho Estadual de Investimentos Financiáveis Pelo FCO, José Antônio Felício.

Próximo passo
Concluídas as reuniões de trabalho sobre o FCO-Empresarial o próximo projeto está relacionado às exportações sul-mato-grossenses: é o Exporta MS. O programa será desenvolvido pela Superintendência de Indústria e Comércio da Seprotur, e demais parceiros, e tem como meta criar e divulgar a cultura de exportação.

“Queremos quebrar o paradigma da primeira exportação. Com o Exporta MS vamos mostrar que não é impossível e nem tão difícil exportar como parece. Isso sem contar que são vários os interessados em nossos produtos”, frisa Washington.

Mesmo sendo pouco praticadas no Estado as exportações estão superando expectativas. Nos primeiros cinco meses desse ano Mato Grosso do Sul exportou 45,8% a mais que o mesmo período do ano passado. O desempenho é quase o dobro das exportações brasileiras em igual período, cerca de 25,2%. Só para se ter uma idéia do que significam esses dados, a Alemanha – maior parceira comercial do Estado – importou esse ano R$ 183,6 milhões. O destaque ficou por conta das importações de grãos de soja, aproximadamente R$ 144,9 milhões.

A reunião em Nova Andradina vai acontecer a partir das 19h na Associação Comercial do município. Desta vez o encontro é direcionado para o segmento de indústria, comércio e serviços. O evento está aberto para todas as lideranças empresariais que demonstrem interesse pelo assunto.
 
Agência Popular

Deixe seu Comentário

Leia Também

BBB 18 - Vencedora
Veja a casa de Gleici, do'BBB 18': Sister teve o pai assassinado pelo tráfico e passou fome
Concurso Público
Polícia Federal publica autorização para promover concurso público com 500 vagas
BBB 18
'BBB 18': Gleici fala sobre planos para mudar a vida após vencer o programa
Novela Global
Fim de 'Outro lado': Clara declara amor a Gael
Fatalidade
Trabalhador morre eletrocutado em propriedade rural
Tragedia
190km/h: Motorista e passageiro morrem em grave acidente
Tapetão
MP entra no caso e Palmeiras se 'arma' para anular a final do Paulistão
Macabro
Até ser descoberto, homem pedia marmita para o pai morto
VICENTINA - PAIXÃO DE CRISTO
Assista a 'Paixão de Cristo' realizada pela Paróquia Nossa Senhora dos Apóstolos em Vicentina
BBB 18 - Final
Campeã do 'BBB18', Gleici quer manter romance com Wagner: 'Lutei pra conquistar'