Menu
SADER_FULL
quarta, 23 de janeiro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Protesto pára escola no distrito de Panambi

12 Mar 2007 - 13h25
Cerca de 200 pessoas estão neste momento em frente a Escola Estadual Dom Aquino Corrêa, no distrito de Panambi , distante cerca de 20 quilômetros do centro de Dourados. O protesto é contra a volta do sistema multisseriado, onde alunos de várias séries estudam todos juntos na mesma sala de aula. Esta prática acabou há quase 40 anos e foi reintroduzida no Estado pela Secretaria de Educação, a mando do atual governo.
O governador André Puccinelli (PMDB) determinou o cumprimento da portaria 2072 de dezembro de 2006, de que as escolas estaduais devem ter no mínimo 25 alunos por sala. Abaixo desse número, as séries devem se juntar. Mas a mesma portaria esclarece que esse critério não pode ser usado para escolas isoladas, como é o caso de Panambi, onde a Dom Aquino é única escola entre três municípios num raio de 20 quilômetros longe de Dourados, Douradina e Itaporã.
Participam do protesto estudantes, pais, professores e membros da comunidade local, que entendem como um atraso a volta deste tipo de ensino. "Se em muitos casos já existem dificuldades de aprendizagem, imaginem os alunos de diversas séries todos juntos numa mesma sala. Os professores não terão condições de garantir um bom aprendizado", afirma Nilza Paula, mãe de dois alunos que estudam na Dom Aquino.
Atualmente a escola do Panambi tem em torno de 130 alunos matriculados em todas as séries e funciona nos três períodos. O diretor do estabelecimento é o professor Odair Marques Rosa, que acompanha a manifestação. A professora Sheila Cristina Vendramini, superintendente de apoio educacional da Secretaria de Educação de MS, que foi quem determinou a nova decisão, também está sendo chamada a explicar a situação às centenas de pessoas que protestam contra a medida.
 
 
 
 
 
Dourados News

Deixe seu Comentário

Leia Também

ANJO DA GUARDA
Amigo dá lar a mulher que viveu 40 anos internada no HC
MAMATA
General corta contratinho de R$ 30 milhões para manter jornalistas no exterior
PERSISTÊNCIA
Filho de faxineira e porteiro passa em medicina no Paraná
RENOVAÇÃO LICENÇA
Extinção de mais 130 rádios comunitárias no Brasil deve alcançar emissora de Ponta Porã
CENAS FORTES
Vídeo flagra mulher sendo agredida por ex-marido com socos e chutes
GUERRA NO RJ II
Parentes de mortos durante chacina em São Gonçalo e Itaboraí dizem que vítimas eram inocentes
GUERRA NO RJ
Chacina deixa pelo menos 7 mortos na Região Metropolitana do Rio
BBB 19
Famosos protestam contra Maycon por agredir animais e mãe o defende: 'Não é um monstro'
MORTE A ESCLARECER
Exército investiga morte de sargento após teste de aptidão física
CASO DE POLÍCIA
Rapaz morre em pátio de motel