Menu
SADER_FULL
terça, 17 de julho de 2018
PASSARELA
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Proposta redução da freqüência escolar mínima

23 Ago 2004 - 17h41
A freqüência escolar mínima poderá ser reduzida de 75% para 50% do total de horas letivas, caso o estudante apresente desempenho acadêmico igual ou superior a 80% do estabelecido no regimento escolar ou regulamento do curso. A redução está prevista no Projeto de Lei 4013/04, apresentado pelo deputado Ronaldo Vasconcellos (PTB-MG), que altera o artigo 24 da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB).
Para o deputado, é preciso considerar as situações em que, por razões inesperadas, estudantes com bom desempenho acadêmico não alcançam o percentual mínimo de freqüência. "Não devemos penalizar a trajetória escolar de bons estudantes", argumenta Vasconcellos, ao afirmar que não pretende abolir a obrigatoriedade da freqüência, mas apenas reduzi-la nos casos de destacado rendimento estudantil.

Tramitação
O projeto, que tramita em caráter conclusivo, está sendo examinado pela Comissão de Educação e Cultura. Se aprovado, será encaminhado à Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania.
 
Agência Câmara

Deixe seu Comentário

Leia Também

FUTEBOL PELO MUNDO
Real Madrid se recusa a permitir que Vinícius Júnior permaneça no Flamengo até o final de 2018
NOVELA GLOBAL
'Segundo sol': Luzia descobre que seu filho com Beto não morreu
CONCURSOS - OPORTUNIDADES
Concurso: 13 órgãos abrem as inscrições para 1,9 mil vagas nesta segunda
FOI SALVAR O MELHOR AMIGO
Jovem morre afogado após pular em rio para tentar salvar cachorro
EDUCAÇÃO - FIES - INSCRIÇÕES
Fies abre inscrições nesta segunda com 155 mil vagas para 2º semestre
BOA NOTICIA
Preço da gasolina nas refinarias cai para R$ 1,997
NOVELA GLOBAL
'Segundo sol': Karola vira escrava sexual de Remy
BRIGA DE RUA
Homem morre pendurado em grade
FAMOSIDADES
Luan Santana faz declaração emocionante a Padre Fábio de Mello: ''Obrigada pelos dias maravilhosos''
ARTIGO - DIA DO ROCK
DIA DO ROCK - ARTIGO: 'Há um tempo atrás não muito distante...', por Lucio Gazola