Menu
SADER_FULL
quarta, 19 de dezembro de 2018
LIMIT ACADEMIA
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Promotor do caso Bruno pede reforços para analisar o inquérito

2 Ago 2010 - 16h29Por Folha
O Ministério Público de Minas Gerais pediu reforço para analisar o inquérito da Polícia Civil que indiciou o goleiro Bruno Fernandes e mais oito pessoas pelo suposto homicídio de Eliza Samudio, ex-amante do jogador.O promotor Gustavo Fantini, que já acompanhava o caso na fase policial, estuda o inquérito com a ajuda de outros dois promotores. A polícia entregou 1.600 páginas de investigações, além de três anexos. Fantini tem até a próxima sexta-feira (6) para decidir se pede mais investigações à polícia ou se denuncia o grupo de Bruno à Justiça.

Bruno foi indiciado por homicídio, sequestro e cárcere privado, ocultação de cadáver, formação de quadrilha e corrupção de menores. Também foram indiciados pelos mesmos crimes os demais envolvidos: Luiz Henrique Ferreira Romão (Macarrão), Flávio Caetano de Araújo, Wemerson Marques de Souza (Coxinha), Dayane Rodriques do Carmo Souza (mulher de Bruno), Elenilson Vitor da Silva, Sérgio Rosa Sales (Camelo, primo de Bruna) e Fernanda Gomes de Castro (amante de Bruno).

O ex-policial Marcos Aparecido dos Santos (Bola) foi indiciado por homicídio qualificado, formação de quadrilha e ocultação de cadáver.

Deixe seu Comentário

Leia Também

A QUE PONTO CHEGAMOS
Mãe mata o próprio filho após ser flagrada com amante pelo menino
MINÍSTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Tereza Cristina anuncia seis secretários para Ministério
FAMOSIDADES
Silvio Santos se pronuncia sobre polêmica com Claudia Leitte e reage a campanha feminista
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Sóstenes cometeu crime por amor a Luz
ABUSO SEXUAL
João de Deus se entrega para a polícia
ACIDENTE
Criança de dois anos se enforca com a alça da bolsa enquanto brincava em escola
CASO JOÃO DE DEUS
Marina Ruy Barbosa intervém no caso João de Deus e impede uma grande tragédia
PRISÃO DECRETADA
Justiça de Goiás decreta prisão de João de Deus
STARTUPS NO BRASIL JÁ É SUCESSO
O sucesso das startups no Brasil e algumas novas apostas no mercado
REVOLTANTE
Filha de João de Deus diz que foi abusada dos 10 aos 14 anos: 'Meu pai é um monstro'