Menu
SADER_FULL
segunda, 17 de junho de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Promotor de MS vai atuar em Atenas no controle de doping

5 Ago 2004 - 15h11
O Promotor de Justiça Eduardo Fonticielha De Rose, do Ministério Público do Estado de Mato Grosso do Sul, vai representar o Brasil nos Jogos Olímpicos de Atenas, na Grécia, atuando na área de controle de dopagem entre 10 de agosto a 3 de setembro. A Procuradora-Geral de Justiça, Irma Vieira de Santana e Anzoategui, atendeu a solicitação do vice-presidente e secretário-geral do Comitê Olímpico Brasileiro, André Gustavo Richer, autorizando a participação do promotor.
Conforme relato em ofício do Comitê Olímpico, Fonticielha De Rose desempenhou importante função junto aos Comitês Organizadores dos Jogos Olímpicos de Atlanta (1996) e Sydney (2000), assim como nos Jogos Olímpicos de Winnipeg (1999), atuando com muita propriedade na área de controle de dopagem.
O Promotor de Justiça, em curso organizado pela IDTM da Suécia no Rio de Janeiro em 2000, tornou-se um dos únicos profissionais brasileiros a receber uma certificação ISSO para este tipo de atividade. O pedido para a participação do promotor nos Jogos Olímpicos de Atenas, considera que no ano de 2007 o Brasil estará rganizando os Jogos Pan-americanos, sendo necessário que ele se aperfeiçoe ainda mais para atuar no controle de doping também nesse evento.
 
 
Campo Grande News

Deixe seu Comentário

Leia Também

FAMOSIDADES
Homem discute com mulher e mata bebê de quatro meses
SOLIDARIEDADE
Bebê nasce sem os olhos e mobiliza cidade do Paraná
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Pai mata filho de quatro anos e se mata por não aceitar fim do relacionamento
ASSASSINATO
Marido da deputada é morto a tiros
MULHER DO PRESIDENTE
Esposa de Jair Bolsonaro cai na internet, fotos íntimas são exibidas e todos ficam sem acreditar
DOURADOS - MANIFESTAÇÕES
Dono da Havan manda 'recado' a manifestantes após protesto em frente a loja de Dourados
VENENOSA
Agricultor é picado por cobra jararaca
FORÇA DE VONTADE
Advogado que pedia emprego na rua é contratado e ganha pós-graduação
CASO DE POLÍCIA
Filho mata a mãe e rouba seu cartão para comprar cocaína
EQUIPARADO AO RACISMO
Agora Homofobia é crime, STF criminaliza