Menu
SADER_FULL
segunda, 17 de junho de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
AGÊNCIA BONITO THIAGO
Brasil

Promoção Social valoriza o esporte milenar

11 Ago 2004 - 08h47

A Prefeitura de Deodápolis através da secretaria municipal de Promoção e Assistência Social, sob o comando da primeira-dama e secretária, Maria das Dores de Oliveira Viana, realizou no dia 07 de agosto no CCI (Centro de Convivência de Idosos) do município, a troca de faixas dos alunos que freqüentam a Escolinha de Judô, com aulas ministradas pelo professor e judoca faixa preta Edgar Yamato.

A Escolinha de Judô mantida pela secretaria municipal de Promoção e Assistência Social tem como base principal alunos que estão cadastrados no Peti (Programa de Erradicação do Trabalho Infantil), que participam assiduamente das aulas ministradas pelo professor. Das crianças e adolescentes inscritos no Peti, 15 delas freqüentam aulas de judô, esporte considerado como uma das ‘artes marciais’ e de tradição milenar, inclusive dado a sua significativa importância a nível mundial, tornou-se reconhecido pelo COI (Comitê Olímpico Internacional) e centenariamente faz parte das Olimpíadas, ‘o maior espetáculo esportivo do globo terrestre’.

Segundo a secretária de Promoção Social, Maria das Dores Viana, “no atual governo municipal todas as modalidades esportivas tem sido respaldadas”, disse a secretária, afirmando ainda que, “o esporte é saúde para os nossos jovens, é o momento de descontração, lazer e entretenimento nos momentos ócios”, conclui Maria Viana.

No evento ocorrido dia 07, vários judocas trocaram de faixas, entre as mudanças foram trocadas e repassadas faixas nas cores, cinza, azul e amarelo. Para Valdinete da Silva, diretora do Peti, “o judô é um esporte saudável e acima de tudo praticado e conduzido com determinação e grande disciplinaridade”, constata a diretora. Já o professor e judoca faixa preta, Edgar Yamato afirma que o “judô é um esporte conjugado seriamente com as regras e a disciplina, podendo até mesmo servir como um instrumento de defesa físico-corporal, porém, jamais utilizá-lo para contra-golpear o semelhante sem a justa necessidade de defesa”, resume o professor.
 
 
Fátima News / Demerval Nogueira

Deixe seu Comentário

Leia Também

SOLIDARIEDADE
Bebê nasce sem os olhos e mobiliza cidade do Paraná
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Pai mata filho de quatro anos e se mata por não aceitar fim do relacionamento
ASSASSINATO
Marido da deputada é morto a tiros
MULHER DO PRESIDENTE
Esposa de Jair Bolsonaro cai na internet, fotos íntimas são exibidas e todos ficam sem acreditar
DOURADOS - MANIFESTAÇÕES
Dono da Havan manda 'recado' a manifestantes após protesto em frente a loja de Dourados
VENENOSA
Agricultor é picado por cobra jararaca
FORÇA DE VONTADE
Advogado que pedia emprego na rua é contratado e ganha pós-graduação
CASO DE POLÍCIA
Filho mata a mãe e rouba seu cartão para comprar cocaína
EQUIPARADO AO RACISMO
Agora Homofobia é crime, STF criminaliza
DOENÇA DO SÉCULO
Jovem de 19 anos com depressão comete suicídio e choca cidade