Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
segunda, 10 de dezembro de 2018
SADER_FULL
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Projetos ambientais de MS são contemplados pela Petrobras

4 Nov 2010 - 15h32Por Conjuntura Online

Dois projetos de Mato Grosso do Sul foram selecionados pelo Programa Petrobras Ambiental e irão receber recursos para o desenvolvimento de ações de conservação e recuperação de matas nas áreas rurais. Na semana passada e Companhia anunciou que entre os 928 inscritos na Seleção Pública 2010, 44 foram escolhidos e dois são do Estado. No total, serão R$ 78,2 milhões destinados a iniciativas em todo o País.

Foram selecionados o projeto “Ilhas Verdes”, do (IASB Instituto das Águas da Serra da Bodoquena) e o projeto “BRPPN: Gerando Serviços Ambientais”, da Associação de Proprietários de Repams  (Reservas Particulares de Mato Grosso do Sul). Os projetos irão atuar com recuperação de áreas degradadas e conservação de florestas e áreas naturais, respectivamente.

Com atuação desde 2003, a Repams trabalha a fixação de carbono e o controle de emissões em áreas de preservação ambiental. O Estado tem hoje 37 áreas de conservação e o projeto irá atender sete, que foram escolhidas por já terem um plano de manejo. A coordenadora do projeto, Cyntia Cavalcante Santos, informa que o objetivo é apoiar o produtor rural que conserva uma parte de sua área, principalmente porque há dificuldade e altos custos para a manutenção dessas áreas. “Nosso lema diz que quem conserva merece apoio e se apoiarmos agora, esse será o primeiro passo para trabalharmos outras áreas”, sustenta.

O outro projeto selecionado, o Ilhas Verdes, irá atuar com recuperação de áreas degradadas visando a redução de custos dessa recuperação em até 50%. O trabalho será concentrado em seis hectares da Bacia do Rio Mimoso, em Bonito. De acordo com a coordenadora do projeto, Liliane Lacerda, é importante mostrar as possibilidades através de ações piloto. “Quando atuamos em uma propriedade ela passa a ser modelo para as outras, e assim, a busca por preservação do ambiente vai sendo transmitida a todos da região beneficiada”, destaca.

Os dois projetos irão trabalhar também com a educação ambiental para a população dos arredores das áreas contempladas. O objetivo é conquistar o apoio dos moradores das proximidades tanto para o que já estará sendo feito como para que a degradação não venha a acontecer novamente. Tanto Cyntia quanto Liliane afirmam que sem ajuda, os produtores rurais que detém essas áreas de conservação encontram dificuldades para realizar todos os procedimentos corretamente. “Agora é trabalhar e aproveitar bem o recurso conquistado”, finaliza Liliane.

PPA
 
 Desde que foi criado, em 2003, o Programa Petrobras Ambiental já patrocinou centenas de projetos, tendo alcançado dezenas de bacias e ecossistemas em cinco biomas brasileiros: Amazônia, Mata Atlântica, Caatinga, Cerrado e Pantanal. Suas ações já envolveram diretamente 3,6 milhões de pessoas, além de mais de 820 parcerias, 240 publicações, 4.354 cursos e palestras e o estudo de mais de cinco mil espécies nativas.

Deixe seu Comentário

Leia Também

COVARDIA
Mulher agride menino autista em playground e vídeo viraliza
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Nicolau descobre que Diana luta karatê e fica em choque
ACUMULOU
Ninguém acerta a mega-sena e prêmio acumula em R$ 30 milhões
VIOLENCIA
'Tiro, porrada e bomba': festa em universidade acaba em pancadaria e PM responde com violência
NOVELA GLOBAL
Gabriel confronta Valentina em “O Sétimo Guardião”
ARROCHO
Regra defendida por Bolsonaro tira R$ 1,1 mil por mês das novas aposentadorias
BARBÁRIE
Mulher é presa após atear fogo em cachorro
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Feliciano foi muito rico e ajudou Valentina no passado
SE DEU MAL
Assaltante é morto após fazer idosa de 83 anos refém no Rio de Janeiro
ROUBO MILIONÁRIO
Homens invadem banco, trocam tiros com polícia e fogem com R$ 1 milhão