Menu
LIMIT ACADEMIA
sexta, 19 de abril de 2019
SADER_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Projeto que cria cargos na Sanesul vai a 2ª votação hoje

5 Jun 2007 - 04h25

O projeto de lei 076/07, do governo do Estado, que reorganiza o quadro gerencial e a distribuição de gratificações na Sanesul, através da criação de 202 cargos comissionados com salários de R$ 803,71 (mais gratificação de 50%) até R$ 5.492,85 (mais 61%) vai a segunda votação na sessão de amanhã da Assembléia Legislativa.

Na primeira votação no dia 23 de maio, a proposta foi aprovada em regime de urgência, através de acordos dos líderes de bancadas, mas sob fortes críticas do deputado estadual Onevan de Matos (PDT). Ele definiu como "trem da alegria" na estatal e defendeu mais debate sobre o assunto. Para Matos, o momento pode não ser oportuno, principalmente, por Mato Grosso do Sul estar quebrado e sem dinheiro.

Os líderes do PT e do PSDB, respectivamente, Pedro Kemp e Reinaldo Azambuja, explicaram que o projeto só regulamenta os funcionários existentes atualmente. "Não tem trem da alegria", disse Azambuja. Kemp reforçou a tese de que a medida visa acabar com a terceirização, método condenado pelo Ministério Público do Trabalho (MPT).

Pela proposta do Poder Executivo, aprovada por unanimidade em primeira votação, serão criados criados 202 cargos, do diretor-presidente, assessores e demais funções. As gratificações oscilam entre 50% e 87% sobre os valores dos vencimentos. O maior salário será o de presidente, com vencimento base de R$ 5.492,85 mais gratificação de 61%, totalizando R$ 8.843. O menor valor será pago ao símbolo SSA, de R$ 803,07 mais gratificação de 50%, totalizando R$ 1.204.

MPT

Segundo o deputado Marcos Trad (PMDB), o projeto atende acordo firmado em 22 de setembro do ano passado, com o Ministério Publico do Trabalho (MPT), que previa a regulamentação dos funcionários da Sanesul, terceirizados e comissionados. Eles eram contratados sem concurso público.

Ao propor a lei, de acordo com o peemedebista, o governador André Puccinelli (PMDB), não está criando novos cargos, mas atendendo à determinação do Ministério Público do Trabalho. "O Governo está regularizando o que o MP pediu", ressaltou.

Com informações do site da Assembléia

Deixe seu Comentário

Leia Também

NOVA PARALISAÇÃO
Ala dividida de caminhoneiros falam em greve no próximo dia 29 em todo o Brasil
CAMPO BELO RESORT - PARAÍSO É AQUI
Com noite Árabe e Italiana, PACOTE do dia 03 a 05 de maio já disponível para o Campo Belo Resort
NEGLIGÊNCIA FUNCIONAL
Menino de 12 anos foge de casa, burla esquema de segurança e embarca em avião
DEU RUIM
Vítima reage e mata assaltante que tentava roubar camioneta em Toledo – ASSISTA VÍDEO
PAI MONSTRO
Pai é preso suspeito de estuprar e engravidar a filha de 11 anos
15 METROS DE ALTURA
MILAGRE – Menina de um ano que caiu do 4º andar de prédio não sofreu nenhuma fratura
ACIDENTE NA ESCOLA
Criança de 7 anos tem ferimentos graves após trave de futebol cair em sua cabeça em escola
ESTUPRO
Grávida de 20 anos foi estuprada ao pegar carona. Tarado filmou a ação
ACERTO DE CONTAS
Homem é morto a facadas e tem cadeado colocado na boca
POLEMICA
Funcionária de creche chamada de 'vadia' em faixa exposta em praça de MG recebe apoio