Menu
LIMIT ACADEMIA
domingo, 16 de dezembro de 2018
SADER_FULL
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Projeto proíbe venda de energético em posto de gasolina

2 Jul 2004 - 17h47
A Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio está analisando o Projeto de Lei 3541/04, do deputado Joaquim Francisco (PTB-PE), que proíbe a venda de bebidas energéticas em lojas de conveniência de postos de gasolina. Os energéticos contêm em sua fórmula ingredientes como cafeína, taurina, inositol e glucoronolactona que são estimulantes.

Redução de acidentes
O deputado explica que essas bebidas são consumidas por jovens e pessoas que querem afastar a sensação de cansaço e de sono. Atualmente, há no mercado diversas marcas de bebidas energéticas e o consumo desses produtos mostra tendência ao crescimento, fenômeno que tem despertado a preocupação de nutricionistas e de outros profissionais da saúde envolvidos com alimentação. "Medidas como as que estamos propondo podem contribuir para minimizar os riscos de acidentes de trânsito, ao dificultar o acesso e o consumo de substâncias estimulantes por parte dos motoristas", argumenta o autor.
 
Agência Câmara

Deixe seu Comentário

Leia Também

ACIDENTE
Criança de dois anos se enforca com a alça da bolsa enquanto brincava em escola
CASO JOÃO DE DEUS
Marina Ruy Barbosa intervém no caso João de Deus e impede uma grande tragédia
PRISÃO DECRETADA
Justiça de Goiás decreta prisão de João de Deus
STARTUPS NO BRASIL JÁ É SUCESSO
O sucesso das startups no Brasil e algumas novas apostas no mercado
REVOLTANTE
Filha de João de Deus diz que foi abusada dos 10 aos 14 anos: 'Meu pai é um monstro'
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Robério beija Marcos Paulo e a agride ao descobrir que ela é trans
DESTAQUE MUNDIAL
Dois brasileiros estão no Top 50: melhores professores do mundo
JUSTIÇA - WHATSAPP
Administradora de grupo no WhatsApp, foi “condenada” á pagar 3 mil por discussão de membros
DICAS DE SERVIÇO DE HOSPEDAGEM NA WEB
Vai criar um blog ou um site?, saiba aqui tudo sobre o serviço de hospedagem
ALERTA NA NET
Golpe no WhatsApp engana usuários ao prometer brindes falsos de Natal