Menu
LIMIT ACADEMIA
quinta, 16 de agosto de 2018
SADER_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Projeto proíbe venda de energético em posto de gasolina

2 Jul 2004 - 17h47
A Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio está analisando o Projeto de Lei 3541/04, do deputado Joaquim Francisco (PTB-PE), que proíbe a venda de bebidas energéticas em lojas de conveniência de postos de gasolina. Os energéticos contêm em sua fórmula ingredientes como cafeína, taurina, inositol e glucoronolactona que são estimulantes.

Redução de acidentes
O deputado explica que essas bebidas são consumidas por jovens e pessoas que querem afastar a sensação de cansaço e de sono. Atualmente, há no mercado diversas marcas de bebidas energéticas e o consumo desses produtos mostra tendência ao crescimento, fenômeno que tem despertado a preocupação de nutricionistas e de outros profissionais da saúde envolvidos com alimentação. "Medidas como as que estamos propondo podem contribuir para minimizar os riscos de acidentes de trânsito, ao dificultar o acesso e o consumo de substâncias estimulantes por parte dos motoristas", argumenta o autor.
 
Agência Câmara

Deixe seu Comentário

Leia Também

ELEIÇÕES 2018 - REGISTRO FEITO
AGORA: PT registra candidatura de Lula e tem até 17 de setembro para trocar candidato
BRIGA DE FAMILIA
Briga de irmãos termina com faca cravada na cabeça de jovem adolescente
NOVELA GLOBAL
Em 'Segundo sol', Zefa rompe com Severo: 'Você não merece nada de bom de mim!'
NOVELA GLOBAL
'Segundo sol': Roberval é traficante de diamante
NOVELA DA RECORD
Herodíade diz que foi agarrada por Batista e Joana a chama de mentirosa.
ESTUPRO VULNERÁVEL
Criança desabafa com amiga de classe que era estuprada por padrasto; ele está foragido
CABRA MACHO
Exigência de masculinidade: edital de concurso da PMPR causa polêmica
FAMOSIDADES
Silvio Santos reclama da filha: 'Patrícia não faz nada e ganha um belo salário'
BELEZA
Piauiense que venceu Miss Brasil Mundo 2018 diz que já passou fome e teve preparação forte
NOVELA GLOBAL
'Segundo sol': Beto pede separação a Karola e vilã finge aceitar