Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
segunda, 22 de julho de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Projeto pretende inserir 1000 crianças no judô e natação

17 Abr 2007 - 15h35

Oportunizar crianças de 07 a 14 anos da rede municipal e estadual de ensino na prática esportiva nas comunidades carentes através do judô e a natação. É esse o objetivo do Projeto Esperança lançado neste sábado, 14, no Horto Florestal, em Campo Grande.

 

Para o diretor presidente da Funesp (Fundação Municipal do Esporte de Campo Grande) João Rocha, “o esporte é uma ferramenta importante na transformação social ajudando no direcionamento desses atletas para um futuro melhor, essa é a principal função da secretaria que o município criou justamente para fomentar o esporte na nossa Capital”, disse Rocha. Hoje, em Campo Grande, são mais de 11 mil crianças praticando diversas modalidades coordenadas pela Funesp, importante parceira do Projeto Esperança.

 

A inciativa já é sucesso total se depender da alegria das crianças e do empenho dos pais e professores presentes no ginásio do Horto Florestal durante a aula inaugural aplicada pelos coordenadores Igor e Carlos Rocha.

Com apenas quinze dias de lançado, já são 135 crianças no judô e 48 na natação de vários bairros da cidade participando das duas modalidades sem custo algum. Todos os alunos recebem gratuitamente do Projeto Esperança um Kimono, sunga e touca para praticarem os esportes. Todas as crianças inscritas devem estar matriculadas em cursos escolares regulares e as suas avaliações chegam até os professores do projeto.

 

“É uma exigência para quem quer participar das aulas estarem estudando, freqüentar habitualmente a escola e alcançarem boas médias”, adianta Igor Rocha, faixa preta em judô e um dos coordenadores.

A aula inaugural de natação aconteceu simultaneamente na Academia Rocha, na Vila Carvalho, sob o olhar atento das mães presentes no local que puderam acompanhar de perto a iniciativa.

 

O deputado estadual  Marcio Fernandes (PSDB), idealizador do Projeto Esperança e faixa preta em judô, esteve presente no evento e lembrou da importância de levar o esporte às comunidades mais carentes. “É um projeto social que defendi durante a campanha eleitoral e que agora estou podendo efetivar. Tenho certeza que o esporte irá proporcionar a estas crianças uma qualidade de vida melhor. Estaremos acompanhando o desempenho familiar e escolar de cada atleta, ajudando a diminuir a evasão e a repetência escolar dos alunos inscritos”, afirma o deputado que iniciou ainda criança no esporte.

 

Marcio Fernandes lembrou também do apoio recebido do deputado estadual Reinaldo Azambuja (PSDB). “Assim que apresentei o projeto o Reinaldo de pronto deu total apoio e também está engajado nesta luta em favor do esporte sul-mato-grossense”, afirma Fernandes. Segundo o deputado até o final de 2007 a meta é inserir 1000 crianças nos dois esportes.

 

 

 

Fátima News

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOENÇA DO SÉCULO
Jovem que se jogou da ponte foi encontrado por pescador
MUITO TRISTE
Adolescente perde luta para o câncer e comove toda cidade
TRAGÉDIA
Neto de empresário de transportes morre atropelado por funcionário
CRUELDADE
Criança que estava desaparecida é encontrada morta. Padrasto confessou o crime
BARBÁRIE
Apos perder filha com câncer professora envolve com drogas e é assassinada
DESEMPREGO
Toyota anuncia fim do terceiro turno e demissões em Sorocaba e Porto Feliz
ABUSO SEXUAL
Famílias de jovens abusados sexualmente em estação fazem acordo com Supervia
NOVELA GLOBAL
Em 'A dona do pedaço', Lyris ameaça Agno e faz escândalo dizendo que ele é gay
FAMOSIDADES
Mulher de Eduardo Bolsonaro desativa conta no instagram em meio a polêmica com o marido
CONCURSOS
Ao menos 12 órgãos abrem inscrições para preencher quase 800 vagas