Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
segunda, 9 de dezembro de 2019
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Projeto obriga governo a empossar aprovados em concursos

14 Mar 2007 - 13h36

O deputado estadual Akira Otsubo (PMDB) apresentou projeto de lei que altera o Estatuto dos Funcionários Públicos (Lei 1.102/90). A proposta obriga a nomeação e posse dos aprovados no concurso público até 90 dias após a homologação do resultado final do processo seletivo.

A lei obrigará a nomeação dos candidatos para o número de vagas oferecidas para cada cargo e conforme a relação publicada no Diário Oficial do Estado. Atualmente, o governo não tem prazo definido para nomear os aprovados.O prazo de validade do concurso público será o mesmo atual, de dois anos, sendo prorrogado por igual período.

"Apresentamos este projeto de lei em 1º de junho de 2004, que acabou vetado pelo governador", justificou Otsubo. Ele disse que o objetivo é estabelecer regras mais justas para o enorme número de cidadãos desempregados.

Conforme Akira, muitas vezes as pessoas utilizam recursos que comprometem seu orçamento doméstico, para inscreverem-se em um concurso público e, apesar de serem aprovados, são obrigados a aguardar, indefinidamente, a sua chamada.

 

 

Mídia Max

Deixe seu Comentário

Leia Também

FAMOSIDADES
Bruna Marquezine posta de biquini e aproveita dia de sol no rio após volta para casa
ASSASSINATO
Atentado em aldeia deixa dois índios mortos e dois feridos
FAMOSIDADES
Samantha Schumutz e Marcus Majela brigam feio nos bastidores e são apartados por equipe
FOREX NO BRASIL
Como Investir em Forex no Brasil
SONHO DE CONSUMO
Cota para comprinhas no Paraguai vai para mil dólares
REVELADO
Débora Falabella posta foto e assume namoro com o ator Gustavo Vaz: "Amor com poesia"
BOM REMÉDIO
Anvisa aprova registro e produção de remédios à base de cannabis
CIDADES
Projeto permite venda de remédios em supermercados
CANAL 1 - FLÁVIO RICCO
Formato do “Big Brother Brasil 20” ainda é um grande mistério na Globo
CONCESSÃO
Consórcio Way-306 pagará R$ 605,4 milhões para administrar rodovia por 30 anos