Menu
LIMIT ACADEMIA
quarta, 20 de março de 2019
SADER_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Projeto investe 6,4 mi em inovação e tecnologia para auxiliar empresas do MS

4 Set 2013 - 15h53

Uma iniciativa desenvolvida nacionalmente pelo Sebrae tem ajudado empresários no interior do Mato Grosso do Sul a agregarem valor aos seus negócios. O Sebraetec, desenvolvido desde 2010 no estado, incentiva os participantes a promoverem melhorias nas áreas de Marketing, Metrologia, Processos Produtivos, Design (embalagens, produto, gráfica), Logística, Normatização, Certificação; entre outras soluções que possibilitam o acesso à inovação e tecnologia.

A previsão para até o final 2013 é que um número superior a 3.200 pequenos negócios do MS recebam incentivos de quase R$ 6,5 milhões para realização de consultorias, que recebem até 80% de subsídio do Sebrae; os outros 20% podem ser parcelados em dez vezes pelo empreendedor.

“O empresário pensa que, para inovar, tem que criar algo inédito, diferente para o mercado. Mas, não. Ele pode simplesmente agregar à própria empresa, aprimorando o processo produtivo, reduzindo custos e otimizando tempo de cada colaborador, por exemplo”, destaca o gestor do programa no MS, Pedro Paulo Loango.

A Cerâmica Fênix, que atua há 35 anos no município de Rio Verde, recebeu consultoria para a elaboração de seis linhas de produtos, usando o Fusing; técnica de criação em vidro, que se utiliza de um forno cerâmico para moldagem e coloração das peças. “Começamos a atuar na fabricação de tijolos, depois passamos a trabalhar nos anos 2000 também com pisos e, agora, vidros”, conta Fernando Striquer, sócio proprietário da cerâmica.

A coleção, acompanhada por especialistas em inovação e tecnologia pelo período de quatro meses, foi lançada em agosto, em São Paulo, durante uma feira de decoração e design. Fernando garante que inovar constantemente é primordial. “Alcançamos um segmento até então não atendido pela empresa. Não dá pra ficar parado, porque senão o mercado te engole”, ressalta.

Organização

Outra empresa rioverdense a buscar recursos via Sebraetec foi a chapelaria, cutelaria e selaria Karandá, que recebeu duas consultorias: uma sobre o programa “5S”, de organização e qualidade no ambiente de trabalho, comprometimento da equipe e comunicação entre os setores; e outra para administração do processo de produção, com a descrição dos procedimentos de registro dos dados sobre o emprego de máquinas, homens e materiais.

Segundo Mariano Alkaras Filho, proprietário da marca que está há 13 anos no mercado, a redução dos custos foi de 8 a 12%, além da melhor interação entre diretoria, gerência e colaboradores. “Melhorou e muito, tanto na economia quanto na organização da equipe. Todo mundo fala a mesma língua e rema para o mesmo lugar”, diz. Para ele, as consultorias são uma maneira de se consolidar no mercado. “Temos que tentar inovar sempre, fortalecer a marca e melhorar os serviços”, ressalta.  

Já Wilker Bokalan, proprietário da Plantel Assessoria Veterinária, especializada em exames para identificar anemia infecciosa equina, da cidade de Costa Rica, afirma que “se não fosse este auxílio do Sebrae, iria até fechar o laboratório”. Isto porque a empresa tem até julho de 2014 para se adequar à ISO 17025, que estabelece requisitos gerenciais e técnicos para implementação do sistema de gestão da qualidade em laboratórios de ensaio e calibração, com o intuito de produzir resultados tecnicamente válidos e rastreáveis.

Preocupado com a sobrevivência e sucesso do negócio, Wilker buscou apoio técnico em consultoria na área de Normatização e Certificação, para implantar o Sistema de Gestão da Qualidade (SGQ). “Melhorou bem mais a parte documental”, aponta. Segundo ele, em breve, o estabelecimento receberá uma auditoria visando comprovar as práticas adotadas e obter certificação do Inmetro. 

Resultados

Até o ano passado, 6.196 micro e pequenas empresas e produtores rurais foram atendidos por meio de consultorias com subsídios do Sebraetec no Mato Grosso do Sul, que alcançaram ao todo o montante de R$ 12 milhões. Somente em 2012, na região norte do estado, 220 estabelecimentos obtiveram aporte de mais de R$ 385 mil.

Serviço

Mais informações sobre como aderir ao programa, deve-se entrar em contato com a Central de Relacionamento do Sebrae, no telefone 0800 570 0800.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DESCASO
Bebê morre após parto feito pelo pai em ambulância sem médico
FAMOSIDADES
Aos 58 anos, atriz Tássia Camargo sofre infarto e está na UTI de Hospital em Portugal
ASSÉDIO SEXUAL
Homem é morto a tiros após assediar mulher casada
FATALIDADE
Mulher morre ao cair de pé de abacate e bater cabeça na linha do trem
MANIACO SEXUAL
Pai flagra estupro da filha dentro de casa usando o celular, suspeito foi preso
FAMOSIDADES
Quem era Bettina antes do R$ 1 Milhão: Ela foi professora de balé, modelo e panfleteira
MENTOR DO MASSACRE
Polícia de Suzano apreende menor suspeito de planejar ataque
INTERNADO
Criança de 4 anos cai em poço de cinco metros de profundidade
RESGATADO
Cão abandonado em ilha estava sendo comido vivo por urubus
SEXTUPLOS
Americana dá à luz seis bebês em nove minutos