Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
terça, 23 de abril de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
AGÊNCIA BONITO THIAGO
Brasil

Projeto do MEC criará escolas dentro das empresas

26 Out 2004 - 15h29
O MEC (Ministério da Educação) lançou nesta terça-feira, em Brasília, o Programa Escola de Fábrica, cuja meta é dar formação profisional a jovens de baixa renda, entre 5 a 17 anos, que procuram o primeiro emprego.

Segundo o MEC, a meta é criar, até o final de 2005, 500 escolas no interior de fábricas, empresas e unidades produtivas. Depois de instalados, a expectativa é que os núcleos formem 10 mil alunos por ano.

A coordenação das escolas ficará a cargo de organizações não-governamentais (Ong), chamadas de unidades gestoras, que receberão do Ministério da Educação um volume de recursos que pode chegar a R$ 25 milhões anuais. O processo de seleção das Ongs será especificado em edital a ser publicado dentro de 30 dias.

No lançamento oficial do programa, o secretário-executivo do MEC, Fernando Haddad, disse que o projeto vai transformar em política pública uma experiência que a sociedade já desenvolve. Ele explicou que o governo entrará com o aporte de recursos inicial e com o apoio das escolas técnicas federais, que irão formatar uma política pedagógica adequada e o material didático dos cursos.

Adesão

Podem participar do projeto empresas de todo o país com mais de 300 funcionários. Elas devem fornecer aos alunos espaço físico adequado, móveis, instrutores da própria empresa, alimentação, uniforme, transporte, bolsa de estudos de meio salário mínimo, material didático e seguro de vida em grupo.

"Uma vez selecionadas as instituições gestoras, bastará a empresa procurar os gestores selecionados para estabelecer a parceria, que é uma relação tripartite: governo federal, instituições não-governamentais e as empresas parceiras", explica Haddad.

Os alunos beneficiários do programa devem ser de baixa renda, ter entre 15 e 17 anos, habitar em comunidades vizinhas à empresa, estar cursando o ensino fundamental ou médio em escola da rede pública e não estar matriculado em cursos de educação profissional ao ingressar no programa.
 
 
Folha Online

Deixe seu Comentário

Leia Também

REVOLTANTE
Menina de seis anos que sumiu enquanto dormia é achada morta
100 GREVE
Governo fecha acordo com caminhoneiros e evita paralisação
CRÔNICA DA SEMANA
CRÔNICA DA SEMANA: 'Precisamos redescobrir o Brasil', por Luciano Gazola
CRUELDADE
Criança tinha o pênis amarrado com elástico e era torturada pelo pai e a madrasta
MORTE TRÁGICA
Adolescente de 13 anos morre após sofrer queda de bicicleta
ESTAVA FORAGIDO
Homem que matou esposa na Sexta-feira Santa morre em acidente 03 dias depois
FEMINICIDIO
Advogada é assassinada a facadas por marido após discussão
100 LUZ
Giselle Itié lamenta a morte de outro ex-namorado em apenas três meses
CENSURADO
Video com ataques de Olavo a Militares é excluido das Redes de Bolsonaro
DOENÇA DO SÉCULO
Yasmim Gabrielle, do ‘Programa Raul Gil’, se suicida após depressão