Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
segunda, 22 de julho de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
AGÊNCIA BONITO THIAGO
Brasil

Proibida a matança de javalis; MS é um dos 12 Estados com ocorrência

25 Ago 2010 - 10h12Por Notícias MS

 No dia 18 de agosto uma instrução normativa, publicada no Diário Oficial da União, revogou uma norma do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), que autorizava a matança de javalis para seu controle populacional.

Apesar da nova instrução normativa, o Ibama continua considerando o javali e seus híbridos espécies invasoras e nocivas para as florestas nativas, os seres humanos e o meio ambiente.

Foi criado um grupo de trabalho para definir propostas alternativas que permitam melhorar a eficácia do controle e minimizar o impacto destes animais, considerados exóticos.

Segundo o chefe da divisão de Proteção Ambiental do Ibama/MS, Luiz Benatti, na semana passada, técnicos ambientais do Ibama de doze Estados onde há ocorrência do animal se reuniram em Porto alegre para discutir o assunto.

“Este grupo irá estudar – de forma consensual com os representantes da sociedade – maneiras de se controlar a população do javali, sem a necessidade de se falar em caça, mas com abates controlados”, explica.

Benatti lembra que além do problema do prejuízo às lavouras, há a periculosidade deste feroz animal. Um risco aos humanos que convivem nas mesmas áreas bem como a competição por recursos naturais com a fauna local. “Trata-se de uma questão ecológica e social”, completa.

“Devido a facilidade de procriação na natureza, o problema persiste. Mas com esta norma já avançamos numa boa direção”, disse Benatti acrescentando que em um segundo momento, quando as ações começarem a ser implementadas, o Ibama/MS “com certeza irá trabalhar em conjunto com órgãos Estaduais como a Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal (Iagro)”.

Lei revogada

Com a normativa, está revogada uma lei que autorizava o controle da população de javalis, que eram capturados ou abatidos sem que as autoridades tivessem qualquer registro.

O mamífero, o mais conhecido das espécies de porcos selvagens, foi trazido da Europa nos anos 90 para a criação em cativeiro na Argentina e Uruguai, escapou ao controle e causa danos às plantações. Após ingressar pelo Rio Grande do Sul, avançou progressivamente pelo Brasil.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOENÇA DO SÉCULO
Jovem que se jogou da ponte foi encontrado por pescador
MUITO TRISTE
Adolescente perde luta para o câncer e comove toda cidade
TRAGÉDIA
Neto de empresário de transportes morre atropelado por funcionário
CRUELDADE
Criança que estava desaparecida é encontrada morta. Padrasto confessou o crime
BARBÁRIE
Apos perder filha com câncer professora envolve com drogas e é assassinada
DESEMPREGO
Toyota anuncia fim do terceiro turno e demissões em Sorocaba e Porto Feliz
ABUSO SEXUAL
Famílias de jovens abusados sexualmente em estação fazem acordo com Supervia
NOVELA GLOBAL
Em 'A dona do pedaço', Lyris ameaça Agno e faz escândalo dizendo que ele é gay
FAMOSIDADES
Mulher de Eduardo Bolsonaro desativa conta no instagram em meio a polêmica com o marido
CONCURSOS
Ao menos 12 órgãos abrem inscrições para preencher quase 800 vagas