Menu
SADER_FULL
segunda, 22 de outubro de 2018
LIMIT ACADEMIA
Busca
SICREDI_FATIMA
Brasil

Professores e funcionários de escolas particulares querem melhores salários

17 Set 2013 - 14h27Por Da Redação

Professores e funcionários de escolas particulares de Mato Grosso do Sul querem melhores salários e novos benefícios compatíveis com suas funções. Para alcançar essas metas nos próximos quatro anos a nova diretoria do Sintrae/MS (Sindicato dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Ensino de Mato Grosso do Sul), do setor privado, pretende primeiramente promover a união de todos os profissionais da área abrangidos pela entidade e depois, “partir para briga” por esses avanços nas negociações com a classe patronal.

Essa estratégia de luta sindical foi anunciada pelo professor Eduardo Assis Fonseca Botelho, eleito presidente do Sintrae/MS, para o quatriênio 2013/17. “Somente com a unificação de todos os profissionais, fortalecendo o sindicato, teremos mais força e poder para lutar pela classe”, afirmou o sindicalista.

Eduardo Botelho, que preside a Federação Interestadual dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Ensino nos Estado de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul – Fitrae MT/MS, disse também que os salários pagos hoje pela maioria das escolas particulares de Mato Grosso do Sul estão longe do ideal para os professores que são grandes responsáveis pelo ensino de qualidade nesses estabelecimentos. Da mesma forma ocorre com os demais funcionários de escolas particulares. Eles deveriam ter melhores salários, na opinião do presidente eleito, que toma posse nesta sexta-feira (20) às 19 horas na sede do clube de campo do Sintrae/MS.

O sindicalista lamentou o fato das escolas, como empresas, na sua maioria, não reconhecer salarialmente o trabalho de professores e funcionários. “É por isso que temos que nos organizar, nos fortalecer para lutar e conquistar melhores salários e condições de trabalho”, afirmou.

TERCEIRIZAÇÃO - Professores e funcionários de escolas particulares de Mato Grosso do Sul são contra a terceirização da educação e a compensação de horas que não representam vantagens para o trabalhador. Eles também lutam por uma aposentadoria especial dos professores e rejeitam qualquer acordo com o sindicato patronal ou estabelecimentos de ensino que vise subtrair direitos dos trabalhadores em educação.

Essas propostas são outras das principais “bandeiras” de luta do Sintrae/MS , informa Eduardo Botelho que pretende também fazer com que “a nova sede administrativa do Sintrae/MS, que está sendo construída na sede de campo, será moderna e funcional, para proporcionar um eficiente atendimento aos associados”, garante Botelho. Ele garante também que vai assegurar aos associados: - Assessoria jurídica trabalhista e previdenciária; - Convênio médico – Unimed; Convênio odontológico; Ampliação dos convênios em diversas áreas; - Comunicação (elaboração de Boletim Informativo Digital); - Lazer, com a implementação da revitalização do Clube de Campo; - Esporte, com a realização de práticas esportivas também no clube da entidade.

DIRETORIA – A nova diretoria do Sintrae/MS, que toma posse na sexta-feira (20) está assim constituída:

Diretoria Efetiva - Eduardo Assis Fonseca Botelho – Presidente; Rita Cássia Ribeiro – Vice-Presidente; Teodorico Fernandes da Silva – Secretário Geral; Ricardo Martinez Froes – Tesoureiro; Pedro Antônio Gonçalves Domingues – Diretor de Imprensa e Comunicação; Gislaine Mendonça – Diretora de Assuntos Jurídicos; Juari Lopes Pinto – Diretor de Assuntos Educacionais.

Suplentes da Diretoria: Sidney Rufino da Silva, Geovane Cândido de Almeida, André Luiz Acosta de Oliveira, Cleonice do Carmo Martins, Edilson da Silva Pereira, Antonino Salvatierra, Ellis Regina Novaes Costa.

Conselho Fiscal: Milton Cardoso Sobrinho, Indajaia Carlos Pires, Alci Corsino

Suplentes do Conselho Fiscal: Dumas Fernandes Xavier, Alexsandro Mariano, Maria Regina Moraes

Delegados Representantes junto à Federação: Lelis da Rocha Dias, Angelo Aparecido Castro Martins

Suplentes de Delegados Representantes junto à Federação: Marcelo Wincller, Valmor Gutierrez Rodrigues

Deixe seu Comentário

Leia Também

DISPUTA ACIRRADA
Vox Populi: Distância cai para 6 pontos
AGRESSÃO
Justiça manda penhorar bens de Dado Dolabella para pagar indenização a camareira agredida
HOMICÍDIO - 17 TIROS
Empresário é morto com 17 tiros; acusados estão detidos
ACIDENTE DE TRANSITO
Carros capotam após batida; criança de 5 anos ficou ferida
POLITICA
TSE abre investigação para apurar suposto crime eleitoral de Bolsonaro
FAMOSIDADES
Jair Bolsonaro teria causado a separação de Neymar e Bruna Marquezine
NOVELA GLOBAL
Segundo Sol: Após suborno e tentativa de estupro, Remy se entrega a polícia para deixar Luzia livre
REALITY SHOW
Perlla é eliminada de A Fazenda com 22,64% dos votos
RETA FINAL
'Segundo sol': Antes de ir para a cadeia, Luzia pede: 'Continuem procurando por Remy! Ele está vivo!
CASO LETICIA
Adolescente morta a facadas contou a amigos que pai estuprou a tia na sua frente:'Tinha quatro anos'