Menu
SADER_FULL
domingo, 20 de janeiro de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Professora de Três Lagoas receberá prêmio em Brasília

8 Out 2004 - 14h45

Transformar a leitura e a escrita em momentos prazerosos para os alunos por meio de cartas. A partir dessa idéia, nasceu o projeto Intercâmbio cultural educando sem fronteiras, da professora Ana de Fátima Nunes, da Escola Municipal “General Nelson Custódio de Oliveira”, de Três Lagoas. A professora é uma das 20 ganhadoras do Prêmio Incentivo à Educação Fundamental – 2004, promovido pelo Ministério da Educação e Fundação Bunge.

As ações foram desenvolvidas em conjunto, inicialmente direcionadas ao fortalecimento de valores, em um processo de interação. O projeto envolveu alunos de Ana de Fátima e estudantes da Escola Municipal Pontal do Sul, de Aparecida de Goiânia (Goiás), onde a irmã da professora exerce a função de coordenadora pedagógica.

O projeto surgiu de uma idéia simples: a troca de correspondências entre alunos da 4ª série, do período vespertino. Aos poucos, foi crescendo, transformando-se em Cartas-Perfil, nas quais os assuntos eram os hábitos e preferências dos alunos, ou Cartas-Informação, contando pesquisas sobre a cultura das cidades e dos estados de origem das crianças. O trabalho assumiu caráter interdisciplinar, abrangendo conteúdos de português e história.

“Os alunos descreviam suas características e o que mais gostavam. Também contavam os temas das aulas. Era uma forma de divulgar o Mato Grosso do Sul e também conhecer a cidade de Aparecida de Goiânia”, explicou a professora.

RECEPÇÃO

Como desdobramento dessa troca de correspondências, os alunos da cidade de Aparecida de Goiânia viajaram aproximadamente 800 km para conhecer Três Lagoas e foram recepcionados pelos destinatários de suas cartas. “As crianças ficaram dois dias na cidade e tiveram uma aula sobre o Mato Grosso do Sul, ministrada pelos alunos que escreviam as cartas. Foi montado um cenário para eles conhecerem o Pantanal e toda sua biodiversidade”, disse Ana de Fátima.

Segundo a professora, as cartas despertaram o interesse dos alunos. “A troca de conhecimento foi gratificante para os estudantes. A carta não é um objeto obsoleto. O sujeito coloca as palavras como se estivesse tirando do coração. A internet é mais mecânica”, afirmou.

No dia 15 de outubro, Dia do Professor, Ana de Fátima será recebida e homenageada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o ministro da Educação, Tarso Genro, no Palácio do Planalto, ao lado de outros 19 professores vencedores do prêmio. Cada professor receberá R$ 5 mil e um troféu idealizado pela artista plástica e gravadora paulista Maria Bonomi, além de diploma, viagem e estada em Brasília, no período de 13 a 15 de outubro.

 

 

Perfil News

Deixe seu Comentário

Leia Também

PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho
BARRADO
Filho do cantor Marciano diz ter sido impedido de ir no velório do pai
A COBRA VAI FUMAR - SEGURANÇA NO MS
MS fecha o cerco contra a violência na fronteira em mega operação
LUTO NA MÚSICA
Marcelo Yuka, fundador do Rappa morre aos 53 anos
ROTEIRO ESPECIAL PARA O RIO DE JANEIRO
Roteiro diferente para continuar conhecendo o Rio de Janeiro
DICA DE TURISMO E FÉRIAS
Dicas para curtir uma temporada em Arraial do Cabo
LUTO - ESPORTE
Morre Jackelyne da Silva, ginasta da seleção brasileira, aos 17 anos
LUTO NA MÚSICA
Cantor sertanejo Marciano morre aos 67 anos, vítima de enfarto
CARNAVAL É NO CAMPO BELO RESORT
Carnaval é no Campo Belo Resort, reserve já seu lugar nesse bloco - Confira os pacotes
MS EM ALERTA
Meteorologia alerta para a possibilidade de chuva forte no fim de semana no MS