Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
domingo, 20 de janeiro de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Professor de MS recebe Prêmio Professor Nota 10

28 Set 2004 - 13h16
Mato Grosso do Sul, mais uma vez, tem um representante no prêmio Professor Nota 10, instituído pela Fundação Victor Civita. Este ano, o premiado foi Abmael Rocha Junior, da escola estadual Austrílio Capilé Castro, de Nova Andradina.

Para ganhar o título de Professor Nota 10 não foi fácil. Concorreram ao prêmio 3.281 projetos de todo o País. Na execução do projeto “Obesidade: qual a realidade de nossas escolas?”, um dos 12 projetos escolhidos, Abmael teve a colaboração da professora Maria Aparecida Rodrigues e, durante quatro meses, os dois trabalharam com aproximadamente 48 alunos, das oitavas séries do noturno, as disciplinas de matemática, educação física e conhecimentos de informática.

No desenvolvimento do projeto, a escola começou pesquisando qual era o índice de obesidade apenas dos alunos da unidade escolar. Em seguida, o levantamento foi ampliado para mais sete escolas estaduais, duas particulares e uma municipal, atendendo um total de 496 alunos, de 14 a 16 anos.

Os professores dividiram a turma em quatro grupos responsáveis pelas seguintes fases do projeto: embasamento teórico e texto final, pesagem e medidas, tabulação e apresentação. Os resultados obtidos com o trabalho conseguiram tanto destaque que a equipe foi convidada para proferir uma palestra na Câmara Municipal e também para todos os alunos das 11 escolas que fizeram parte da experiência.

Abmael acredita que um dos aspectos que fez o projeto conseguir tanto espaço e ter se destacado em âmbito nacional é pelo fato do tema ser atual e estar ligado diretamente à vida dos estudantes. “Descobrimos que o índice de obesidade nos alunos de nossas escolas é muito baixo, média de 1,5%. Por outro lado, encontramos vários alunos subnutridos e, a subnutrição, pode ser causada tanto por falta de alimentação quanto por uma alimentação errada”, esclarece.

Além dos levantamentos obtidos, o projeto sobre obesidade sugere algumas soluções. “Reforço na merenda escolar, inclusão na disciplina de biologia, por exemplo, de um conteúdo sobre reeducação alimentar e palestras sobre como se alimentar bem e de forma saudável. Essas alternativas podem modificar a vida desses alunos e melhorar a qualidade de vida de todos”, afirma Abmael.

Para conseguir os resultados das pesquisas entre outras informações, os participantes do projeto analisaram o Índice de Massa Corporal (IMC), que é conseguido por meio da seguinte fórmula: peso dividido pela altura ao quadrado. No caso de uma pessoa que tem 58kg e 1,6m de altura, para descobrir sua massa corpórea é preciso multiplicar sua altura ao quadrado. O pelo, 58kg, deve ser dividido pelo resultado, 2,56, o que dá 22,65 de massa.

A pessoa que obtiver um índice entre 18,5 e 25 é considerada normal. Se não alcançar o resultado mínimo, está abaixo do peso. Já se o índice atingir entre 25 e 30, a pessoa está acima do peso e, se ultrapassar de 30, é considerada obesa.


Premiação

De 1° a 4 de outubro, os 12 Professores Nota 10 das diversas regiões do País vão participar, na capital paulista, da Semana Cultural promovida pela Fundação Victor Civita. Os professores vão apresentar os projetos que desenvolveram e foram escolhidos pela fundação. No dia 5, às 19h, no Teatro Abril, será divulgado o grande vencedor do Prêmio Professor do Ano. A cerimônia terá a participação do ministro Tarso Genro.

Cada projeto selecionado recebeu R$ 7,5 mil e será divulgado na revista Escola, editada pela fundação. Já o educador que for escolhido Professor do Ano receberá mais R$ 10 mil. Anualmente, a fundação Victor Civita investe R$ 100 mil no prêmio Professor Nota 10, destacando e divulgando experiências de sucesso na educação.
Os professores finalistas da edição 2004 do prêmio são Abmael Rocha Junior (MS), Daniel Vieira Helene (SP), Edinalva Pinheiro dos Santos Oliveira (AL), Edione Maria Arpini Trombeta (SC), Gisele Maria de Figueiredo Matheus (SP), Laci Pereira Briski (PR), Lauriana Gonçalves de Paiva (MG), Liz Adriane Schumacher Volino (PR), Maria do Socorro Silva (PE), Maria Rodarte Paiva (MG), Renata Cristina de Campos Honora (SP) e Sandra Marcia Tavares (SP).
O outro educador de Mato Grosso do Sul que já recebeu o prêmio foi o professor Giovani José da Silva, em 2001, por um projeto que desenvolveu em Porto Murtinho.

A premiação do Professor Nota 10 visa estimular as iniciativas pedagógicas e a competência dos educadores em contextualizar os conteúdos de suas disciplinas, integrando-os no processo de transformação da realidade objetiva de seus alunos e de suas escolas.

A participação no prêmio Professor Nota 10 é aberta aos professores do Ensino Fundamental (1ª a 8ª série), de escolas públicas e particulares, de áreas urbanas e rurais. A inscrição é feita mediante apresentação de trabalho, em forma de relato, nos seguintes níveis: educação infantil, ensino fundamental (1ª a 4ª série), ensino fundamental, educação de jovens e adultos (EJA) e educação especial.
 
 
Agência Popular

Deixe seu Comentário

Leia Também

PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho
BARRADO
Filho do cantor Marciano diz ter sido impedido de ir no velório do pai
A COBRA VAI FUMAR - SEGURANÇA NO MS
MS fecha o cerco contra a violência na fronteira em mega operação
LUTO NA MÚSICA
Marcelo Yuka, fundador do Rappa morre aos 53 anos
ROTEIRO ESPECIAL PARA O RIO DE JANEIRO
Roteiro diferente para continuar conhecendo o Rio de Janeiro
DICA DE TURISMO E FÉRIAS
Dicas para curtir uma temporada em Arraial do Cabo
LUTO - ESPORTE
Morre Jackelyne da Silva, ginasta da seleção brasileira, aos 17 anos
LUTO NA MÚSICA
Cantor sertanejo Marciano morre aos 67 anos, vítima de enfarto
CARNAVAL É NO CAMPO BELO RESORT
Carnaval é no Campo Belo Resort, reserve já seu lugar nesse bloco - Confira os pacotes
MS EM ALERTA
Meteorologia alerta para a possibilidade de chuva forte no fim de semana no MS