Menu
SADER_FULL
terça, 22 de janeiro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Produtores de soja pressionam o Ministério da Agricultura

13 Set 2004 - 10h04
Produtores de soja em todo o país pressionam o ministério da Agricultura por uma decisão sobre as sementes modificadas em laboratório.

A plantação e venda de soja transgênica foi liberada na safra passada por vontade do governo. Mas a decisão final é do Congresso, que ainda não aprovou a Lei de Biossegurança.

É uma corrida contra o tempo. A soja precisa começar a ser plantada até o início de outubro. Caso contrário, a safra fica comprometida por causa do período de chuvas. Duzentas mil sacas de sementes transgênicas, modificadas em laboratório, estão estocadas à espera de uma definição do governo - se o plantio vai ou não ser autorizado.

No Rio Grande do Sul, principal estado produtor de soja transgênica, a preocupação é grande.

"Sem dúvida, o Rio Grande do Sul depende de uma medida provisória urgente. Para que a safra do não seja comprometida, é preciso liberar a soja transgência para ser plantada", afirma o Vice-presidente da Federação de Agricultura, Vitor Marasca.

A solução para os produtores seria a aprovação pelo Congresso da Lei de Biosseguranca, que trata da produção e comercialização de transgênicos.

O problema é que o assunto é complexo demais para ser aprovado nesta semana em que os deputados e senadores fazem uma pequena pausa nas campanhas municipais para participar de votações no Congresso.

Como o regimento interno do Senado proíbe que o projeto seja fatiado para se aprovar apenas o artigo que prorroga por mais um ano a autorização de plantio dos transgênicos, o governo vai tentar nesta segunda-feira encontrar uma saída.

O que o Palácio do Planalto quer evitar a todo custo é ser obrigado a editar uma medida provisória.

O relator do projeto é o responsável por encontrar uma alternativa que poupe o governo e salve os produtores de soja.

¿Nós precisamos preservar a autonomia do Senado e da Câmara fazendo as leis aqui, não aguardando uma medida provisória que é ruim para o governo, para o Senado, para a Câmara, ou seja, é ruim para todos nós", diz o relator do projeto de Biossegurança Ney Suassuna.

 
Bom Dia Brasil

Deixe seu Comentário

Leia Também

PERSISTÊNCIA
Filho de faxineira e porteiro passa em medicina no Paraná
RENOVAÇÃO LICENÇA
Extinção de mais 130 rádios comunitárias no Brasil deve alcançar emissora de Ponta Porã
CENAS FORTES
Vídeo flagra mulher sendo agredida por ex-marido com socos e chutes
GUERRA NO RJ II
Parentes de mortos durante chacina em São Gonçalo e Itaboraí dizem que vítimas eram inocentes
GUERRA NO RJ
Chacina deixa pelo menos 7 mortos na Região Metropolitana do Rio
BBB 19
Famosos protestam contra Maycon por agredir animais e mãe o defende: 'Não é um monstro'
MORTE A ESCLARECER
Exército investiga morte de sargento após teste de aptidão física
CASO DE POLÍCIA
Rapaz morre em pátio de motel
MINISTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Ministra Tereza Cristina garante fortalecer cadeia do leite e agricultura familiar
PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho