Menu
PASSARELA
sexta, 22 de junho de 2018
SADER_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Produção de petróleo terá reforço de 80 mil barris ao dia

28 Dez 2004 - 15h52
Dentro de três anos, a produção de petróleo no país deve ganhar um reforço de 80 mil barris/dia, informou hoje o presidente da empresa Marítima Petróleo e Engenharia, Gerson Efromovich. Ele anunciou a parceria da companhia com o Grupo Koechlin, do Peru,
na criação da nova empresa aérea Wayra-Peru, que começa a operar em março de 2005 em 12 cidades peruanas.

De acordo com o empresário, o aumento na produção de petróleo será decorrente da construção de um gasoduto na Colômbia para escoar a produção dos novos poços em Alagoas, Bahia e Rio Grande do Norte, além de 7 mil barris/dia de um campo de petróleo localizado na Colômbia.

A Marítima Petróleo e Engenharia já está perfurando poços no recôncavo baiano e na bacia potiguar, o que, segundo o empresário, vai representar para o Brasil um acréscimo de 5 a 7 mil barris/dia a partir de dezembro do ano que vem. O novo gasoduto terá 250 mil quilômetros de extensão e exigirá investimento de US$ 700 milhões, numa parceria entre a empresa brasileira e um grupo norte-americano.
 
Conesulnews

Deixe seu Comentário

Leia Também

HAJA CORAÇÃO
Neymar é o autor do gol mais tardio, em tempo normal, de uma Copa na história
COPA DO MUNDO
No sufoco, Brasil supera a Costa Rica e consegue primeira vitória na Copa do Mundo
NOVELA GLOBAL
Segundo Sol: Rosa coloca fim em relação com Ícaro e ele toma atitude
SAUDE
Mulher dá a luz em calçada no Cajuru
FAMOSIDADES
Ex-apresentadora do ‘Vídeo show’, Alinne Prado sofre assalto a mão armada dentro de casa
RELIGIÃO
Padre é flagrado dando tapa em criança durante batismo
APOCALIPSE
André (Sidney Sampaio) é assassinado por Ricardo (Sérgio Marone)
DEMORA
Diesel cai R$ 0,62 em distribuidoras e apenas R$ 0,32 nos postos de MS
Brasil
Terceiro homem que assediou russa na Copa diz que “estão transformando um copo d’água em uma tempestade”
‘Alta Pressão’
Exército deflagra Operação para fiscalizar armamento e reduzir desvios para o comércio ilegal