Menu
RIO_DOURADOS
SADER_FULL
Busca
SUCURI_MEGA
Brasil

Produção de café deve atingir 38 milhões de toneladas

16 Ago 2004 - 15h06
A produção brasileira de café deve atingir 38,264 milhões de sacas na safra 2004/2005, segundo o terceiro levantamento divulgado nesta sexta-feira, dia 13, pela Conab - Companhia Nacional de Abastecimento. A estimativa anterior previa uma colheita entre 36,1 milhões a 40,46 milhões de sacas.

A previsão reflete um ano de alta produtividade das lavouras, a chamada bianualidade. Na última safra com a mesma característica, em 2002/2003, foram colhidas 48,48 milhões de sacas. Em 2003/2004, um ano de baixa produtividade, o Brasil colheu 28,82 milhões de sacas.

O secretário de Produção e Comercialização, Linneu Costa Lima, alertou que as chuvas ocorridas entre maio e início de julho nos estados de São Paulo, Paraná e sul de Minas Gerais prejudicaram a colheita. Entre maio e julho de 2003, os cafeicultores haviam colhido mais de 17 milhões de sacas, ou 59% da produção. Neste ano, foram colhidas apenas 12,2 milhões de sacas – 33% da produção.

– O atraso na colheita afeta a qualidade do café e impede uma avaliação do impacto no rendimento do produto, que ainda não está pronto para ser beneficiado – diz.

O secretário alertou que a situação pode se agravar ainda mais com o início das chuvas em setembro, quando o café ainda estará sendo colhido em algumas regiões produtoras. O último levantamento da safra de café 2004/2005 será divulgado no dia 10 de dezembro.Na ocasião, também serão conhecidos os primeiros números da safra 2005/2006.

Apesar do cenário de colheita prejudicada pelas chuvas, o diretor do Departamento do Café, Vilmondes Olegário, faz uma avaliação positiva de recuperação dos preços em virtude do ajuste atual do mercado. Em 2002, quando o país colheu 48 milhões de sacas, o preço médio de exportação do café era de US$ 46,23 a saca. A forte queda nas cotações devido ao excesso do produto no mercado internacional provocaram, à época, o endividamento do setor.

Em dois anos, houve um equilíbrio entre a oferta e a demanda, levando a uma recuperação dos preços. Entre janeiro e julho de 2003, o Brasil exportou 14,2 milhões de sacas, o que gerou uma receita de US$ 798 milhões. No primeiro semestre deste ano, apesar de ter exportado 13,9 millhões de sacas – ou 298 mil a menos –, as receitas chegaram a US$ 1,029 bilhão.

Este ano, o governo colocou à disposição do setor cafeeiro vários mecanismos de apoio à produção e comercialização. São R$ 2,15 bilhões destinados à cafeicultura, entre as quais linhas de financiamento para estocagem, por meio dos Empréstimos do Governo Federal (EGF), Linha Especial de Crédito (LEC), prorrogação de dívidas e equalização das opções privadas de 2 milhões de sacas.

 

Globo Rural

Deixe seu Comentário

Leia Também

Acerto de Contas
Mulher é assassinada e companheiro é poupado pelos bandidos
Macabro
Filho que escondeu corpo de pai pode ser indiciado por três crimes
Novela
'Deus salve o rei': Catarina (Bruna Marquezine) mata Constantino
Novela Global
'Outro lado': Gael luta contra violência doméstica no fim
Monstro
Câmera flagra irmão à procura de menina que teria sido abusada por prefeito de Bariri
Perigo do Selfie
Três garotas caem de ponte de 20 metros ao tirarem fotos em Castelo
Campanha de filiações
Prisão de Lula faz disparar filiações ao PT
O Apocalipse
Arthur (Junno Andrade) fala na TV que Ricardo (Sergio Marone) ressuscitou em seu velório
BBB 18 - Vencedora
Veja a casa de Gleici, do'BBB 18': Sister teve o pai assassinado pelo tráfico e passou fome
Concurso Público
Polícia Federal publica autorização para promover concurso público com 500 vagas