Menu
LIMIT ACADEMIA
quinta, 17 de janeiro de 2019
SADER_FULL
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Primeiro bebê de proveta do Brasil faz 20 anos

16 Out 2004 - 08h33
A estudante Anna Paula Caldeira, primeiro bebê de proveta do Brasil e da América Latina, completou 20 anos no último dia 7. A universitária de Curitiba nasceu seis anos depois do nascimento, na Inglaterra, de Louise Brown, primeiro bebê fertilizado in vitro no mundo.

A mãe da menina, Ilza, casa pela segunda vez, não podia mais ter filhos - teve cinco no primeiro casamento - porque havia retirado as trompas. Ela topou fazer parte da experiência inovadora, pelas mãos do médico paulista Milton Nakamura, falecido em 1997, informa o jornal O Estado de S. Paulo. "Levo uma vida supernormal", diz Anna Paula.

Hoje, segundo o Estadão, as taxas de gravidez subiram de 15% para 40% a 45% e os custos das técnicas de reprodução assistida baixaram de US$ 8 mil para US$ 3 mil. O o especialista do Centro Reprodução Humana do Instituto Paulista de Ginecologia e Obstetrícia, Arnaldo Cambiaghi, estima que existam no Brasil de quatro a cinco mil pessoas geradas com técnicas de reprodução assistida. No mundo, seriam 100 mil.

 

Terra Redação

Deixe seu Comentário

Leia Também

CARNAVAL É NO CAMPO BELO RESORT
Carnaval é no Campo Belo Resort, reserve já seu lugar nesse bloco - Confira os pacotes
MS EM ALERTA
Meteorologia alerta para a possibilidade de chuva forte no fim de semana no MS
DECEPCIONADA
Regina Duarte surpreende e se posiciona contra atitude de Bolsonaro
SATÂNICO
Mulheres são presas acusadas de torturar criança de apenas dois anos que teve rosto desfigurado
INSPIRAÇÃO
Idoso se forma em Direito aos 94 anos, após morte da esposa
POLEMICA
Movimento Gay quer tirar Bíblia de circulação no Brasil, diz Damares
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Homem atira em esposa e se mata com granada
SUPERAÇÃO
Pedreiro cadeirante enfrenta difilculdades e sustenta a família trabalhando em obras
GASES MORTAIS
Homem morre após segurar peidos na casa da namorada
REALITY SHOW
'BBB 19': Danrley diz ser virgem, e irmã brinca: 'Nem no signo'