Menu
SADER_FULL
terça, 13 de novembro de 2018
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
SICREDI_FATIMA
Brasil

PRF teme grande impacto no trânsito da capital carioca

13 Jul 2007 - 08h40
Duzentos e cinquenta motociclistas para escolta e batedor, 400 policiais de ações táticas para pronto emprego, 30 pilotos e operadores de vôo, além de uma grande equipe de profissionais de telecomunicações, resgate médico e apoio. Amanhã (13/07) será a prova de fogo da Polícia Rodoviária Federal no mega-esquema de segurança dos Jogos Pan-Americanos. A Operação Podium foi lançada no Rio de Janeiro no dia 2 de julho.
A maior preocupação é com o trânsito na cidade, principalmente em direção ao Maracanã, local de abertura dos jogos, em função das escoltas de 42 delegações de atletas e de 12 chefes de Estado confirmados até o momento. A PRF espera grande movimento nas regiões da Barra da Tijuca, Jacarepaguá, Copacabana e Centro, proveniente das zonas Sul e Oeste da capital fluminense.
O Inspetor Heleno José Guimarães, chefe do Corpo de Motociclistas da PRF, aponta que apesar de todo o planejamento, somente amanhã será possível medir o impacto dos deslocamentos no trânsito do Rio. E faz um alerta: ''Se não houver colaboração dos motoristas na aproximação dos comboios, pode ocorrer grande prejuízo à solenidade de abertura, com atrasos e outras conseqüências indesejáveis. Mas esperamos contar com colaboração do carioca", afirma. 
Para ele, a integração da PRF com as outras forças de segurança do PAN (PF, Força Nacional, Guarda Civil Metropolitana, polícias Civil e Militar e Bombeiros) deve facilitar as missões de deslocamento. Além do dispositivo de segurança, a Polícia Rodoviária Federal manterá uma unidade móvel de telecomunicações na Vila Pan-Americana, que garantirá a comunicação por rádio entre as forças de segurança. Adquirida pela SENASP, a unidade utiliza tecnologia digital que permite a troca de informações criptografadas.
Enquanto equipes de motociclistas e de emprego tático garantem a tranquilidade de atletas, autoridades e chefes de Estado, agentes da Polícia Rodoviária Federal do Rio de Janeiro e de todo o Brasil atuam na segurança da população nas vias federais de acesso à capital. Desde o dia 2 de julho, 106 criminosos já foram retirados de circulação e 77 quilos de drogas diversas, 26 armas, entre elas duas metralhadoras, 1.066 munições e 68 granadas foram aprendidas. Mais de R$ 90 mil provenientes da venda de drogas também foi recuperado.
 
Em solenidade ontem no Rio de Janeiro, o ministro da Justiça, Tarso Genro, conheceu e elogiou o planejamento e a disposição da PRF para os Jogos Pan-Americanos. Para uma platéia de mais de 600 policiais, o ministro afirmou que a estrutura de segurança está bem preparada e "todas as instâncias policiais estão muito bem coordenadas. Isto nos orgulha muito, pois estabelece um parâmetro entre as condições de segurança que estão sendo oferecidas aqui e as de outros lugares", afirmou.
A Operação Podium é maior ação do gênero já desenvolvida pela Polícia Rodoviária Federal num estado brasileiro. São dois mil policiais, mais de 150 viaturas, 250 motocicletas e cinco helicópteros. Do total de policiais, mais de mil são de fora do Rio de Janeiro. O custo da operação é de R$ 4 milhões.
 
 
Fátima News

Deixe seu Comentário

Leia Também

FAMOSIDADES
Susana Vieira está com leucemia, mas a doença está controlado, diz assessoria
NOVELA GLOBAL
Marina Ruy Barbosa é a heroína de 'O sétimo guardião': 'Luz foge do tradicional'
CONSTRANGIMENTO
Claudia Leitte quebra silêncio e desabafa sobre polêmica com Silvio Santos
OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Concursos oferecem mais de 1 mil vagas e salários de até R$ 6,6 mil no MS
NOVA EQUIPE
Bolsonaro intensifica processo de transição esta semana em Brasília
ESPORTE EM TOUROS
VÍDEO: Peão de MS morre após ser pisoteado por touro em rodeio no interior de SP
ULTIMO CAPITULO
Globo exibe último capítulo de Segundo Sol e assunto bomba
DE GLÓRIA DE DOURADOS PARA O MUNDO
Ana Karla é convidada especial da Hyundai para um talk show neste sábado em São Paulo
1ª INDIGENA NO GOVERNO
Índia da equipe de Jair Bolsonaro já atuou com Cauã Reymond e foi moradora de rua
FINAL DE NOVELA
Valentim beija Rosa em gravação que vai ao ar no fim de 'Segundo sol'; veja mais detalhes