Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quarta, 19 de dezembro de 2018
SADER_FULL
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Previsão de crescimento do FPM frustra prefeitos do Estado

14 Jul 2004 - 15h00
 

A previsão de crescimento do FPM (Fundo de Participação dos Municípios) referente a este mês, frustrou as expectativas dos prefeitos de Mato Grosso do Sul, uma vez que aponta crescimento de apenas 3% em relação a junho. Como a queda verificada em junho foi de 35% em comparação a maio, isso significa que as prefeituras continuam no prejuízo de 32%, conforme atesta o presidente da Assomasul (Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul), Dirceu Lanzarini (PL).

Se confirmado o repasse até o fim do mês, conforme comunicado da Secretaria do Tesouro Nacional feito esta semana a Assomasul, os 77 municípios do Estado vão dividir pouco mais de R$ 21 milhões. De acordo com Lanzarini, o primeiro repasse do FPM efetuado no dia 10, foi de R$ 13.490.417,57 e para os dias 20 e 30 a Secretaria do Tesouro Nacional adiantou que a transferência constitucional será de apenas R$ 4.849.527,44 e R$ 2.689.659,84, totalizando R$ 21.029.604,85.

Constituído de 22.5% que o País arrecada de IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) e do Imposto de Renda, o Fundo é repassado a cada dez dias do mês às prefeituras. A crise nos municípios, agravada em decorrência da redução do FPM no mês passado, obrigou boa parte dos prefeitos a adotar medidas de contenção de despesas, decretando o meio expediente de trabalho e outros mecanismos para amenizar o fraco desempenho da receita nesse período do ano.

Para o prefeito de Costa Rica, Waldeli dos Santos Rosa (PMDB), vice-presidente da Assomasul, cujo município sobrevive basicamente dos repasses constitucionais, se não houve uma recuperação das finanças até o fim do ano, os prefeitos não terão condições de pagar o décimo terceiro salário dos servidores públicos. Para se ter uma idéia do fraco desempenho da receita, em janeiro deste ano, o fundo constitucional rendeu R$ 27.748.461,61 e R$ 30.304.119,30 no mês seguinte. Em março, a transferência dos recursos foi de R$ 24.525.031,31, registrando pequena elevação em abril, quando totalizou R$ 27.014.977,33. Em maio, o repasse foi maior, 31.463.108.53, contra os R$ 20.442.104,56, transferidos em junho, o pior até agora.

Deixe seu Comentário

Leia Também

A QUE PONTO CHEGAMOS
Mãe mata o próprio filho após ser flagrada com amante pelo menino
MINÍSTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Tereza Cristina anuncia seis secretários para Ministério
FAMOSIDADES
Silvio Santos se pronuncia sobre polêmica com Claudia Leitte e reage a campanha feminista
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Sóstenes cometeu crime por amor a Luz
ABUSO SEXUAL
João de Deus se entrega para a polícia
ACIDENTE
Criança de dois anos se enforca com a alça da bolsa enquanto brincava em escola
CASO JOÃO DE DEUS
Marina Ruy Barbosa intervém no caso João de Deus e impede uma grande tragédia
PRISÃO DECRETADA
Justiça de Goiás decreta prisão de João de Deus
STARTUPS NO BRASIL JÁ É SUCESSO
O sucesso das startups no Brasil e algumas novas apostas no mercado
REVOLTANTE
Filha de João de Deus diz que foi abusada dos 10 aos 14 anos: 'Meu pai é um monstro'