Menu
SADER_FULL
segunda, 19 de novembro de 2018
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Previdência vai gastar R$ 6 bilhões com a antecipação do 13º

29 Jun 2007 - 09h00

O Ministério da Previdência vai antecipar uma parcela do décimo-terceiro salário a aposentados e pensionistas. Cerca de 25 milhões de brasileiros receberão o adiantamento, que entrará na folha de pagamento do mês de agosto e será pago efetivamente em setembro.

A medida foi anunciada pelo ministro da Previdência, Luiz Marinho, após reunião com representantes da Confederação Brasileira dos Aposentados e Pensionistas (Cobap) e dos sindicatos de aposentados e pensionistas ligados à Central Única dos Trabalhadores (CUT) e à Força sindical.

Os representantes dos aposentados queriam que a antecipação fosse liberada em julho, mas segundo Marinho “os recursos do ministério são divididos ao longo do ano e a despesa com décimo-terceiro só pode ser feita nos últimos meses, para não causar desequilíbrio orçamentário”. O adiantamento, lembrou o ministro, custará cerca de R$ 6 bilhões à Previdência em setembro.

Na reunião, os aposentados discutiram também o aumento no valor dos benefícios, mas não tiveram a reivindicação atendida. "O ministro disse que não é possível reajustar além do índice do salário mínimo e propôs compensações, como o aumento de subsídios em remédios, por exemplo”, informou o secretário de seguridade social da Cobap, Luis Adalberto Silva.

O ministro explicou que não se trata de compensar a ausência de reajuste, mas de implantar políticas de valorização do idoso. Entre essas medidas, Marinho citou a negociação com o Ministério da Saúde para estender subsídios do governo a medicamentos para controle de osteoporose e doenças cardiovasculares.

“Se o cidadão aposentado tem um gasto contínuo com um remédio caro e tem possibilidade de comprar o medicamento subsidiado, pagando 10% do valor total, isso certamente vai contribuir para o aumento do seu poder de compra”, disse.

Sobre a redução na taxa de juros para empréstimos consignados a aposentados e pensionistas, aprovada hoje de manhã pelo Conselho Nacional de Previdência Social, o ministro disse que a redução de 2,72% para 2,64% ao mês acompanhou a evolução da taxa básica de juros anual (Selic). “Vamos continuar diminuindo à medida que a taxa Selic for reduzida”, anunciou.

 

Agência Brasil

Deixe seu Comentário

Leia Também

NOVO GOVERNO
Desistência de general para ministério leva crise ao QG de Bolsonaro
ASSASSINATO
Câmeras flagram dupla efetuando mais de 30 tiros contra homem; veja o vídeo
TRISTEZA
Menino de 10 anos comete suicídio após a prisão do pai
MALDADE
Câmera de segurança flagra homem colocando fogo em casinha comunitária para cachorros
FATIMASSULENSES EM UBATUBA (SP)
Fatimassulenses, alunos do Vicente Pallotti fazem curso de biodiversidade marinha em Ubatuba (SP)
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Gabriel se declara para Luz e os dois se beijam
MULHERES TEM QUE DENUNCIAR
Jovem posta foto com rosto inchado para denunciar agressão do namorado
ENCONTRO DE GOVERNADORES
Em encontro de governadores com Bolsonaro, Reinaldo defende fronteira e reajuste da tabela SUS
VIOLENCIA DOMESTICA
Homem é esfaqueado por esposa que tem ciumes até da sombra
ENTROU ATIRANDO
VÍDEO: Pastor é baleado no altar durante o culto