Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
segunda, 22 de abril de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Pressão do mercado de trabalho aumenta auxílio-doença

26 Out 2004 - 08h58
O secretário de Previdência Social, Helmut Schwarzer, afirmou hoje que o crescimento do número de beneficiários do auxílio-doença está vinculado à “pressão do mercado de trabalho” e à carência de médicos peritos na Previdência Social. O Brasil tem hoje 1,3 milhão de beneficiários do auxílio-doença. No ano 2000, esse número era de 492 mil.

O auxílio é pago pelo governo a quem fica incapacitado para o trabalho por mais de 15 dias e, segundo o secretário, até o meio do próximo ano 1500 novas vagas para médicos peritos serão abertas e o problema poderá ser resolvido rapidamente.

“Quando o mercado de trabalho nos anos anteriores apertou e as pessoas se sentiram pressionadas, situações de saúde que em outros tempos não necessariamente levariam a buscar o auxílio-doença talvez tenham feito as pessoas buscarem o benefício”, afirmou.

Helmut destaca porém que, apesar da situação econômica do país ter melhorado, “há uma série de outros nós a desatar, como a contratação de mais médicos peritos para a Previdência Social, "para que nós possamos dar conta do volume de exames necessários no tempo adequado”.
 
 
 
Agência Brasil

Deixe seu Comentário

Leia Também

CRÔNICA DA SEMANA
CRÔNICA DA SEMANA: 'Precisamos redescobrir o Brasil', por Luciano Gazola
CRUELDADE
Criança tinha o pênis amarrado com elástico e era torturada pelo pai e a madrasta
MORTE TRÁGICA
Adolescente de 13 anos morre após sofrer queda de bicicleta
ESTAVA FORAGIDO
Homem que matou esposa na Sexta-feira Santa morre em acidente 03 dias depois
FEMINICIDIO
Advogada é assassinada a facadas por marido após discussão
100 LUZ
Giselle Itié lamenta a morte de outro ex-namorado em apenas três meses
CENSURADO
Video com ataques de Olavo a Militares é excluido das Redes de Bolsonaro
DOENÇA DO SÉCULO
Yasmim Gabrielle, do ‘Programa Raul Gil’, se suicida após depressão
FATALIDADE
Bebê morre após ser esquecida pelo pai por três horas dentro do carro
IRRESPONSABILIDADE
Bebê de 1 aninho entra em coma alcoólico após pai dar cachaça com refrigerante