Menu
SADER_FULL
sábado, 20 de outubro de 2018
LIMIT ACADEMIA
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Preso índio acusado de atear fogo na cunhada em Caarapó

16 Abr 2007 - 08h31
Em uma ação conjunta as polícias Civil e Militar de Caarapó prenderam, nesse sábado, por tentativa de homicídio, o indígena Lídio Isnardi.

Ele é acusado de ter jogado álcool e ateado fogo na própria cunhada, uma adolescente de 18 anos, fato ocorrido na noite dessa sexta-feira, 13, em Caarapó. A vítima, Nicozalia Vieira, que estava gestante de dois meses, sofreu queimaduras de primeiro e segundo grau em 40% do corpo e está internada.

Lídio Isnardi foi preso no interior da Aldeia Guyraroca, situada às margens da estrada vicinal que liga Caarapó a Fátima do Sul, a cerca de 31 quilômetros da cidade em Caarapó. Ele foi levado para a Delegacia de Polícia Civil de Caarapó onde foi autuado em flagrante por tentativa de homicídio e está preso na cadeia pública local à disposição da Justiça.
 
 
 
A Gazeta News

Deixe seu Comentário

Leia Também

DISPUTA ACIRRADA
Vox Populi: Distância cai para 6 pontos
AGRESSÃO
Justiça manda penhorar bens de Dado Dolabella para pagar indenização a camareira agredida
HOMICÍDIO - 17 TIROS
Empresário é morto com 17 tiros; acusados estão detidos
ACIDENTE DE TRANSITO
Carros capotam após batida; criança de 5 anos ficou ferida
POLITICA
TSE abre investigação para apurar suposto crime eleitoral de Bolsonaro
FAMOSIDADES
Jair Bolsonaro teria causado a separação de Neymar e Bruna Marquezine
NOVELA GLOBAL
Segundo Sol: Após suborno e tentativa de estupro, Remy se entrega a polícia para deixar Luzia livre
REALITY SHOW
Perlla é eliminada de A Fazenda com 22,64% dos votos
RETA FINAL
'Segundo sol': Antes de ir para a cadeia, Luzia pede: 'Continuem procurando por Remy! Ele está vivo!
CASO LETICIA
Adolescente morta a facadas contou a amigos que pai estuprou a tia na sua frente:'Tinha quatro anos'