Menu
SADER_FULL
terça, 19 de novembro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Preso índio acusado de atear fogo na cunhada em Caarapó

16 Abr 2007 - 08h31
Em uma ação conjunta as polícias Civil e Militar de Caarapó prenderam, nesse sábado, por tentativa de homicídio, o indígena Lídio Isnardi.

Ele é acusado de ter jogado álcool e ateado fogo na própria cunhada, uma adolescente de 18 anos, fato ocorrido na noite dessa sexta-feira, 13, em Caarapó. A vítima, Nicozalia Vieira, que estava gestante de dois meses, sofreu queimaduras de primeiro e segundo grau em 40% do corpo e está internada.

Lídio Isnardi foi preso no interior da Aldeia Guyraroca, situada às margens da estrada vicinal que liga Caarapó a Fátima do Sul, a cerca de 31 quilômetros da cidade em Caarapó. Ele foi levado para a Delegacia de Polícia Civil de Caarapó onde foi autuado em flagrante por tentativa de homicídio e está preso na cadeia pública local à disposição da Justiça.
 
 
 
A Gazeta News

Deixe seu Comentário

Leia Também

ABSURDO
Mulher usa o filho de um ano para entrar em presídio com celular
100 EDUCAÇÃO
Quem sabe xinga ao vivo: Faustão chama funcionário de imbecil no ar
ACIDENTE AÉREO FATAL
Médico, filha e piloto são os mortos da queda de avião. Esposa está em estado gravíssimo
TRAGÉDIA AÉREA
Tragédia matou Marcela e Maysa, filhas do homem que abriu a comunicação de MS
NOVELA GLOBAL
Cinco casamentos agitam fim de 'A dona do pedaço'
PROCURADO
Interpol emite alerta vermelho para prender ator acusado de estupro que fugiu para o Brasil
ESPORTE
Os maiores ídolos da Fórmula 1
FÁTIMA DO SUL - NATAL NA CACAU SHOW
Já é Natal na Cacau Show, confira e faça sua reserva dos deliciosos panettones em Fátima do Sul
OBESIDADE MORBIDA
Mulher de 230 quilos pede ajuda: ‘Está muito difícil minha vida’
EXECUÇÃO
Adolescente grávida tem residência invadida e executada com vários disparos