Menu
LIMIT ACADEMIA
segunda, 17 de dezembro de 2018
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Preso idoso de 75 anos suspeito de pedofilia no Rio

15 Set 2010 - 08h18Por G1

Um idoso de 75 anos foi preso na tarde desta terça-feira (14) sob suspeita de acariciar as partes íntimas de um menino de 14 anos, na Praça do Carmo, na Penha, no subúrbio do Rio. As informações são da 38ª DP (Brás de Pina), onde o caso foi registrado.

De acordo com a polícia, o idoso, de nacionalidade portuguesa, estava saindo de um supermercado quando chamou o menino, que ajudava os clientes do estabelecimento com as compras, para levar as suas sacolas até em casa.

Segundo a polícia, quando chegaram em casa, o idoso beijou o pescoço do adolescente e começou a acariciar suas partes íntimas.

Ainda de acordo com a polícia, o menino correu e avisou aos policiais que estavam fazendo patrulhamento de rotina na região.

O suspeito foi levado para a delegacia, onde relatou que é casado e tem um filho. A família, segundo a polícia, ainda não sabe do ocorrido.

O menino e a mãe dele também foram levados para delegacia para prestar depoimento

Deixe seu Comentário

Leia Também

ACIDENTE
Criança de dois anos se enforca com a alça da bolsa enquanto brincava em escola
CASO JOÃO DE DEUS
Marina Ruy Barbosa intervém no caso João de Deus e impede uma grande tragédia
PRISÃO DECRETADA
Justiça de Goiás decreta prisão de João de Deus
STARTUPS NO BRASIL JÁ É SUCESSO
O sucesso das startups no Brasil e algumas novas apostas no mercado
REVOLTANTE
Filha de João de Deus diz que foi abusada dos 10 aos 14 anos: 'Meu pai é um monstro'
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Robério beija Marcos Paulo e a agride ao descobrir que ela é trans
DESTAQUE MUNDIAL
Dois brasileiros estão no Top 50: melhores professores do mundo
JUSTIÇA - WHATSAPP
Administradora de grupo no WhatsApp, foi “condenada” á pagar 3 mil por discussão de membros
DICAS DE SERVIÇO DE HOSPEDAGEM NA WEB
Vai criar um blog ou um site?, saiba aqui tudo sobre o serviço de hospedagem
ALERTA NA NET
Golpe no WhatsApp engana usuários ao prometer brindes falsos de Natal