Menu
SADER_FULL
segunda, 20 de agosto de 2018
LIMIT ACADEMIA
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Preso grupo internacional de pedofilia em Fortaleza

26 Out 2004 - 07h57
Onze pessoas foram presas nesta segunda-feira, em Fortaleza, acusadas de pedofilia e tráfico de drogas e de mulheres. O grupo era integrado por dois alemães, quatro italianos e cinco brasileiros. Segundo a Polícia Federal, eles seriam responsáveis por uma página na internet que venderia, na Alemanha, pacotes com mulheres de Fortaleza e de Recife.

Ainda segundo a polícia, os pacotes variavam de dois a três mil euros, cerca de doze mil reais. O alemão Oliver Frank Günther, de 41 anos, é apontado como o cabeça da quadrilha. Ele foi preso pela PF juntamente com a mulher, a brasileira Francisca Cristiane Lima de Oliveira, 32 anos.

Na casa deles, localizada na Aldeota, bairro nobre de Fortaleza, a polícia encontrou maconha e farto material pornográfico, como fotos de mulheres e de crianças - algumas de apenas cinco anos - em posições eróticas. Os nomes dos demais integrantes da quadrilha não foram revelados.

 

 

Estadão

Deixe seu Comentário

Leia Também

GLÓRIA DE DOURADOS - SHOWZAÇO
Com 80% dos ingressos já vendidos, show de Paula Fernandes promete em Glória de Dourados
FÁTIMA DO SUL - O BOTICÁRIO
As promoções do O Boticário de Fátima do Sul estão imperdíveis, CONFIRA ALGUMAS
NOVELA GLOBAL
Em 'Segundo sol', Luzia promete se vingar de Karola e Laureta: 'Vou acabar com a raça dessas duas'
DOURADOS - ITALÍNEA MÓVEIS PLANEJADOS
DOURADOS: Italínea Móveis Planejados e a promoção 'Casa Nova' destaca a cozinha dos sonhos
FAMOSIDADE - SUSPIROS
Sem calcinha, Juju Salimeni compartilha foto ousada
VICENTINA - ALMOÇO NO PESQUEIRO
Confira o cardápio do delicioso almoço neste domingo no Pesqueiro 7 Bello em VICENTINA
CRIME PASSIONAL
Marido flagra esposa com suposto amante e caso termina em morte
NOVELA GLOBAL
Remy pode não ter morrido em 'Segundo sol'; veja os indícios
TECNOLOGIA
Segunda via do RG pode ser solicitada pela internet
BOA AÇÃO
Empresário curado faz doação milionária para hospital público