Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
terça, 19 de fevereiro de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Preso confessa que ordenou pelo celular morte de mulher que o “corneou”

20 Set 2013 - 10h29Por Campo Grande News

Integrante da facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital), Everton Rodrigues, confessou, na manhã de hoje (20) no júri popular no Fórum da Capital, que ordenou, pelo telefone celular, a execução de Darlen Hellen de Souza Serrilho. Ele disse que ficou sabendo que ela o estava “corneando” e ordenou a execução.

Como estava preso no Presídio de Segurança Máxima de Campo Grande, Everton contou, em depoimento na 2ª Vara do Tribunal do Júri, que tinha um caso com Darlen. Ele ficou sabendo que a mulher estava saindo com outro homem e decidiu se vingar.

Por meio de um “telefone celular coletivo”, que usado pelos demais presos da Máxima, ele contratou um homem identificado como “Barraca” para matar a mulher. Ele não reconheceu os outros dois acusados pelo crime, Tiago Jorge da Silva Figueiredo e José Valdir de Freitas. “Não conheço o Barraca, só falei com ele por telefone”, afirmou, na manhã desta sexta-feira.

A pedido do MPE (Ministério Público Estadual), o juiz Aluizio Pereira dos Santos, desmembrou o julgamento e os outros suspeitos de amarrar e matar a mulher a tiros na região do Aeroporto Santa Maria, em 16 de setembro do ano passado, vão a júri em outro dia.

O juiz perguntou para Everton se a traição não fosse verdadeira, como ele reagiria. “Ae, cometi um erro”, afirmou o presidiário.

A pena mínima de Everton, que já está preso na Capital, será de 12 a 30 anos de prisão, sem considerar as agravantes do homicídio doloso.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SUPERAÇÃO
Jovem que morou 5 anos nas ruas se forma em Direito
FENÔMENO
Maior superlua de 2019 iluminará o céu nesta terça, 19
FAMOSIDADES
Padre sertanejo acusado de ostentação cobra entrada de idosos para assistir programa
ACIDENTE FATAL
Adolescente é atropelada quando levava pai em cadeira de rodas, veja o vídeo
VIOLENCIA DOMESTICA
'Não consigo reconhecê-la', diz irmão de mulher espancada no 1° encontro
O REI ROBERTO CARLOS
Roberto Carlos vestiu rosa e se mostrou contrário a projeto de Jair Bolsonaro
BRIGA NO PLANALTO
Magoado e traído, Bebianno não vai poupar filho de Bolsonaro
TRÁGICO
Mãe do piloto de Ricardo Boechat morre três dias após o filho
OUTROS 10 ESTADOS
Horário de verão termina à meia-noite; relógios devem ser atrasados em 1h
BARBÁRIE
Rosane Santiago Silveira, torturada e morta em sua própria casa