Menu
SADER_FULL
quinta, 25 de abril de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
AGÊNCIA BONITO THIAGO
RIO BRILHANTE

Preso acusado de ter matado irmão a pauladas em Rio Brilhante

30 Jun 2010 - 06h45Por MS Notícias

Rio Brilhante (MS), a Polícia Civil do município e a Polícia Civil de Sidrolândia (MS) efetuaram a prisão de LUIZ DA SILVA DE OLIVEIRA ALMEIDA (49 anos), por força de mandado de prisão preventiva.

Luiz é acusado da autoria do homicídio que vitimou seu irmão, Antenor da Silva de Oliveira (30 anos), no dia 23/06/2010.

No dia dos fatos, após uma discussão, que possivelmente teria motivado o crime, Luiz teria desferido vários golpes com um pedaço de pau, levando seu irmão a óbito.

A operação teve início na madrugada do dia 25, quando policiais de Sidrolândia se deslocaram até a cidade de Rio Brilhante e, após efetuarem diligências, conseguiram localizar o autor na sua aldeia.

Após ser dado o cumprimento do mandado de prisão, Luiz foi encaminhado para uma das celas provisórias da Delegacia de Polícia de Sidrolândia, onde ficará à disposição da justiça.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SEGUNDA EMBOSCADA
Empresário de Distribuidora de Bebidas é atingido por 24 tiros e sobrevive
DUPLO ASSASSINATO
Em trama diabólica Homem matou casal de irmãos para receber seguro de vida da ex-mulher
ACUMULOU
Ninguém acerta as seis dezenas da Mega-Sena e prêmio vai a R$ 105 milhões
FAMOSIDADES
Fim do mistério!Namorado de Maria Melilo é empresário,75 anos e patrimônio de R$ 200 milhões
CRUELDADE
Após assalto, idosa de 81 anos espancada por bandidos, morre
DELIQUENCIA
Aluno fazia ameaças e com uma faca golpeou o professor em sala de aula
CAMPO BELO RESORT - PACOTE DIA DO TRABALHO
Campo Belo Resort com 40% de desconto nas diárias para o feriado do Dia do Trabalhador, CONIFIRA
CRISE A VISTA
Preço da gasolina ultrapassa marca de R$ 5 no Distrito Federal
DOENÇA DO SÉCULO
Yasmim Gabrielle tomou muitos remédios antes de morrer, segundo colega de infância
INSANIDADE
Vídeo mostra suspeito carregando no colo menina de 6 anos antes de matá-la