Menu
LIMIT ACADEMIA
sábado, 23 de fevereiro de 2019
SADER_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Presidente da Fifa quer acabar com "antijogo" e prorrogação

9 Set 2010 - 11h10Por Redação Terra

Joseph Blatter, presidente da Fifa, pode mais uma vez propor mudanças no futebol. Em entrevista publicada nesta quinta-feira no site da entidade, o dirigente disse não ter gostado de atuações de "equipes que não queriam perder" na primeira fase da Copa do Mundo, e que a Fifa precisa criar algum mecanismo para que os times busquem a vitória.

"Nos primeiros jogos da primeira fase na África do Sul, vimos equipes que não queriam perder, que buscavam o empate. É um tema que eu colocarei em discussão nas próximas reuniões das comissões técnicas e de futebol. É preciso encontrar soluções para movimentar os jogos nesse tipo de torneio, para que as equipes joguem para vencer", disse Blatter.

Além de combater o "antijogo", o presidente da Fifa também está disposto a dar fim à prorrogação nos moldes atuais em jogos eliminatórios. A exemplo do que havia feito em declarações à imprensa alemã no último mês, Sepp Blatter admitiu a possibilidade de voltar a utilizar o gol de ouro em partidas sem vencedores no tempo normal.

"Queremos discutir a prorrogação. Com frequência, as equipes procuravam não tomar gols durante a prorrogação. Passar diretamente à disputa nos pênaltis e adotar de novo o gol de ouro são as opções. Vamos ver o que será decidido nessas comissões", explicou.

Deixe seu Comentário

Leia Também

PEDOFILIA
Babá de 15 anos recebia dinheiro para ter relações com patrão
PREOCUPANTE
Mineradora declara situação de emergência em barragem de Araxá
INTOLERANCIA RELIGIOSA
Delegado solicita ida à casa do 'BBB 19' para interrogar Paula, investigada por intolerância
RESUMO DAS NOVELAS
Mercedes convoca Murilo para uma conversa
CORTE CEGO
Megaoperação da PM em 18 bairros tem três mortos e cinco feridos
PERSISTÊNCIA
Ex-faxineiro se forma em Jornalismo e já está empregado
O QUE IMPORTA PARA VOCÊ?
Equipe médica leva paciente de UTI à formatura do filho
INDIGNAÇÃO
Pedreiro desafia Rodrigo Maia: 'Trabalhe 30 dias numa obra, que trabalho até os 80'
AMOR INCONDICIONAL
Cadela espera toda noite pela chegada de Boechat, diz mulher do jornalista
VIOLENCIA DOMESTICA
Reconstrução de rosto de mulher espancada na Barra vai durar seis meses, diz médico