Menu
SADER_FULL
sábado, 19 de janeiro de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Presa a quadrilha que matava 200 pessoas por ano em PE

12 Abr 2007 - 13h25

A Polícia Federal prendeu, nesta quinta-feira (12), em Pernambuco, pelo menos 20 suspeitos de envolvimento com um grupo de extermínio que matava cerca de 200 pessoas por ano. A Operação Aveloz começou de madrugada e conta com o apoio da Polícia Militar. Pistoleiros, policiais e empresários fariam parte da quadrilha.

A PF cumpre cerca de 30 mandados de prisão e 50 mandados de busca e apreensão em Pernambuco. Duzentos policiais federais de seis estados participam da ação.

Saiba mais

Segundo as investigações, o grupo agia há pelo menos cinco anos e pode ser responsável por mais de 1.000 assassinatos. O esquema era semelhante ao de uma empresa especializada em homicídios: a quadrilha cobrava de R$ 1.000 a R$ 5.000 por cada morte encomendada. Empresários e agiotas seriam os principais clientes dos pistoleiros, que já teriam cometido crimes em Pernambuco, Pará e Alagoas.

A PF diz que os policiais envolvidos com o grupo adulteravam cenas de homicídios, dificultando as perícias e a elucidação dos assassinatos.

 Crimes

Os presos podem ser indiciados pelos crimes de homicídio, formação de quadrilha e tráfico de armas e drogas. Se condenados, as penas dos integrantes podem variar entre três e 30 anos de prisão.

O nome da operação, Aveloz, vem de uma planta típica do Agreste e Sertão nordestinos. O aveloz tem uso fitorerápico e, segundo a cultura popular, serviria para a cura de câncer.

 

 

G1

Deixe seu Comentário

Leia Também

PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho
BARRADO
Filho do cantor Marciano diz ter sido impedido de ir no velório do pai
A COBRA VAI FUMAR - SEGURANÇA NO MS
MS fecha o cerco contra a violência na fronteira em mega operação
LUTO NA MÚSICA
Marcelo Yuka, fundador do Rappa morre aos 53 anos
ROTEIRO ESPECIAL PARA O RIO DE JANEIRO
Roteiro diferente para continuar conhecendo o Rio de Janeiro
DICA DE TURISMO E FÉRIAS
Dicas para curtir uma temporada em Arraial do Cabo
LUTO - ESPORTE
Morre Jackelyne da Silva, ginasta da seleção brasileira, aos 17 anos
LUTO NA MÚSICA
Cantor sertanejo Marciano morre aos 67 anos, vítima de enfarto
CARNAVAL É NO CAMPO BELO RESORT
Carnaval é no Campo Belo Resort, reserve já seu lugar nesse bloco - Confira os pacotes
MS EM ALERTA
Meteorologia alerta para a possibilidade de chuva forte no fim de semana no MS