Menu
LIMIT ACADEMIA
segunda, 16 de setembro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Prejuízo com cheque sem fundos aumenta 7%

30 Ago 2004 - 13h25
O prejuízo com cheques sem fundos na economia de Mato Grosso do Sul aumentou em 7,5% em julho comparado a junho, segundo apontam dados do Banco Central, saltando de R$ 121,2 milhões a R$ 130,3 milhões. Comparado a julho do ano passado, quando os calotes driblaram R$ 126,7 milhões, o crescimento foi de 2,84%, Por outro lado o número de cheques devolvidos por falta de fundos em Mato Grosso do Sul no mês de julho foi 15,4% menor que em julho do ano passado. Voltaram 148,5 mil cheques no mês passado, contra 172,2 mil no mesmo período de 2003. Comparando com junho deste ano também houve queda, de 1%, o que equivale a 1,5 mil folhas a menos. Na prática isso significa que o valor médio dos cheques devolvidos cresceu 19,25%, de R$ 735,77 em julho de 2003 para R$ 877,44 no mês passado. De junho para julho o aumento do valor médio do cheque sem fundos foi de 6,63%. O comércio é o principal alvo dos calotes, por isso a recomendação é de cautela no recimento de pagamentos a prazo, dizem dirigentes lojistas. A pesquisa pode ser conferida no site do Banco Central.
 
 
 
Campo Grande News
 
 

Deixe seu Comentário

Leia Também

MUNDO MEDONHO
'Pago boleto, compro calcinha': usuários de aplicativos de paquera relatam apuros e curiosidades
FAMOSIDADES
Belo sai de casa após flagrar traição de Gracyanne
ASSASSINATO
PM é torturado e morto após circular boato de que seria 'estuprador'
JULGAMENTO
PMs acusados de chacina taparam câmera de segurança antes do crime
CASO DE POLÍCIA
Catador de reciclável recebe mochila com bebê congelado dentro
LUTO NA MÚSICA
Cantor sertanejo morre após carro bater em árvore em rodovia de MS
FAMOSOS
David Brazil causa ao expor bumbum de Anitta sem ela saber
ACIDENTE FATAL
Câmera de segurança registrou acidente fatal de enfermeira. VEJA O VÍDEO
MONSTRUOSIDADE
Homem que matou mãe e filha em Cascavel escreveu carta. Bebê tomou mamadeira “batizada”
ESTUPRO DE VULNERÁVEL
Mulher e marido são presos suspeitos de estuprar menina de 11 anos que dormia na casa deles