Menu
SADER_FULL
quarta, 16 de janeiro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Prejuízo com cheque sem fundos aumenta 7%

30 Ago 2004 - 13h25
O prejuízo com cheques sem fundos na economia de Mato Grosso do Sul aumentou em 7,5% em julho comparado a junho, segundo apontam dados do Banco Central, saltando de R$ 121,2 milhões a R$ 130,3 milhões. Comparado a julho do ano passado, quando os calotes driblaram R$ 126,7 milhões, o crescimento foi de 2,84%, Por outro lado o número de cheques devolvidos por falta de fundos em Mato Grosso do Sul no mês de julho foi 15,4% menor que em julho do ano passado. Voltaram 148,5 mil cheques no mês passado, contra 172,2 mil no mesmo período de 2003. Comparando com junho deste ano também houve queda, de 1%, o que equivale a 1,5 mil folhas a menos. Na prática isso significa que o valor médio dos cheques devolvidos cresceu 19,25%, de R$ 735,77 em julho de 2003 para R$ 877,44 no mês passado. De junho para julho o aumento do valor médio do cheque sem fundos foi de 6,63%. O comércio é o principal alvo dos calotes, por isso a recomendação é de cautela no recimento de pagamentos a prazo, dizem dirigentes lojistas. A pesquisa pode ser conferida no site do Banco Central.
 
 
 
Campo Grande News
 
 

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRAGÉDIA
“Tentei socorrer ele, mas não deu certo”: conta filho de motociclista levado por enxurrada
FURIA DA NATUREZA
Enxurrada derruba casa e provoca pânico e destruição
NOVELA GLOBAL
Gabriel e Valentina viram inimigos mortais em 'O sétimo guardião'
REALITY SHOW
BBB 19 começa hoje. Na Rocinha Casa de Darnrley vira "QG" de Torcida
POSSE DE ARMAS
Bolsonaro assina nesta terça-feira decreto que facilita posse de armas
HEROINA
Professora Helley, que salvou crianças de incêndio em Janaúba, é homenageada e dá nome a rodovia
FAMOSIDADES
Doente, José Mayer foi esquecido pela Globo e abandonado por ‘Amigos’
NOVA LEI
Motoristas condenados por contrabando vão perder a CNH por cinco anos
SUCATA
Jovem transforma pneus velhos em lindas caminhas para pets.
ENTRETENIMENTO
Com direito a uniforme e crachá, “cão frentista” viraliza e ganha milhares de fãs