Menu
LIMIT ACADEMIA
segunda, 21 de janeiro de 2019
SADER_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Prefeitura de Corumbá cria programa habitacional para servidores

7 Jul 2007 - 07h11

A Prefeitura de Corumbá criou um programa inédito que vai facilitar aos servidores municipais a compra da casa própria. O PAHS (Programa de Auxílio Habitacional ao Servidor) foi aprovado na última terça-feira (03), em sessão extraordinária na Câmara Municipal, juntamente com o reajuste de 4% aos funcionários efetivos.

Por meio do PAHS, a administração municipal vai pagar a metade das prestações para compra ou construção da casa própria, até o limite de 50% do salário mínimo nacional – que corresponde a R$ 190,00 –, descontando o restante do servidor em folha de pagamento. “Historicamente, sempre houve o pleito por parte dos servidores por uma política pública que possibilitasse o acesso à compra da casa própria”, afirma o prefeito Ruiter Cunha de Oliveira. Segundo ele, a criação do PAHS é mais uma ação que consolida a política de valorização dos servidores, instituídas no início da gestão, em 2005.

Ao comprar um imóvel por R$ 40 mil, por exemplo, financiado pela Caixa Econômica Federal (CEF) em 15 anos, o servidor com renda de até cinco salários mínimos arcava com prestações de R$ 300,00. Com o PAHS, passará a pagar R$ 150,00 todos os meses, já que o restante será quitado pela Prefeitura.

Critérios – Para participar do programa, o servidor ou seu cônjuge não pode ser proprietário de imóvel residencial nem ter firmado contrato de compra e venda. O auxílio termina ao fim do contrato de financiamento e será suspenso durante a vigência se o servidor, por qualquer motivo, deixar o quadro de funcionários da Prefeitura, à exceção dos aposentados pelo Regime Próprio de Previdência Social do Município de Corumbá – Previdência Municipal. O PAHS será executado após regulamentação pelo prefeito Ruiter.

Os servidores poderão contrair financiamentos com a CEF ou outra instituição financeira credenciada pelo Sistema e Fundo Nacional de Habitação de Interesse Social (SNHIS/FNHIS), desde que seja firmado convênio pelo município com a instituição. Entre as modalidades de financiamento previstas estão aquisição, por compra e venda, concessão de direito real de uso, de imóvel residencial novo ou usado; e construção, em terreno próprio de imóvel residencial. Os servidores interessados em aderir ao PAHS podem, até a regulamentação do programa, buscar informações junto às instituições financeiras sobre as modalidades e preços oferecidos para o financiamento.

O PAHS também inova ao garantir a participação dos servidores na definição dos critérios de adesão e benefícios. De acordo com a lei que criou o programa, a Prefeitura poderá receber sugestões do Sindicato dos Funcionários Públicos do Município de Corumbá (Simcor) e do Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Corumbá (Sinted).

 

 

Fátima News / Assessoria

Deixe seu Comentário

Leia Também

MORTE A ESCLARECER
Exército investiga morte de sargento após teste de aptidão física
CASO DE POLÍCIA
Rapaz morre em pátio de motel
MINISTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Ministra Tereza Cristina garante fortalecer cadeia do leite e agricultura familiar
PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho
BARRADO
Filho do cantor Marciano diz ter sido impedido de ir no velório do pai
A COBRA VAI FUMAR - SEGURANÇA NO MS
MS fecha o cerco contra a violência na fronteira em mega operação
LUTO NA MÚSICA
Marcelo Yuka, fundador do Rappa morre aos 53 anos
ROTEIRO ESPECIAL PARA O RIO DE JANEIRO
Roteiro diferente para continuar conhecendo o Rio de Janeiro
DICA DE TURISMO E FÉRIAS
Dicas para curtir uma temporada em Arraial do Cabo
LUTO - ESPORTE
Morre Jackelyne da Silva, ginasta da seleção brasileira, aos 17 anos