Menu
SADER_FULL
domingo, 24 de março de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Prefeitos de MS vão a Brasília discutir FPM

5 Mai 2007 - 10h39
Prefeitos de Mato Grosso do Sul se reunirão na próxima semana com os de outros estados do Brasil para tentar pôr fim ao impasse em torno da aprovação do aumento de 1% nos repasses do FPM (Fundo de Participação dos Municípios).

Segundo o líder do governo na Câmara, deputado José Múcio Monteiro (PTB-PE), o Executivo deverá apresentar até a terça-feira (08) alguma solução para o imbróglio, que já começa a irritar os prefeitos.

A PEC (Proposta de Emenda à Constituição) 285/04 (da continuação da reforma tributária), que trata do assunto, seria votada na última quarta-feira (02), em cumprimento à promessa do presidente Luiz Inácio Lula da Silva aos prefeitos.

Mas o Ministério da Fazenda pediu que o texto não fosse analisado porque havia dúvidas em relação ao prazo a partir do qual começarão a contar os créditos para as prefeituras.

A PEC prevê que o FPM passará de 22,5% para 23,5% da arrecadação do Imposto de Renda e do IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados), o que provocaria aumento médio de R$ 1,5 bilhão por mês nas despesas do governo.

O texto permite várias interpretações: a dúvida é saber se o aumento será retroativo a 2004, quando a PEC começou a tramitar; ou se a partir de dezembro passado, e portanto com validade desde janeiro; ou se somente a partir da data da sua promulgação.

Descrentes

Outro problema é que, se o texto for alterado na Câmara, terá de ir novamente a votação no Senado. Os prefeitos de Mato Grosso do Sul já estão descrentes quanto à votação da PEC.

“O presidente deixou de cumprir a promessa que fez aos municípios, não honrou os compromissos assumidos. Agora não acreditamos mais na votação”, afirma o presidente da Assomasul (Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul), prefeito de Jateí Eraldo Leite (PR).

Leite irá a Brasília na terça-feira para acompanhar a apresentação da proposta. Prefeitos de todo o país também se reunirão na Confederação Nacional dos Municípios no mesmo dia para discutir o assunto.

 

 

Mídia Max

Deixe seu Comentário

Leia Também

MOSTRA MONITORAMENTO
Caminhoneiros se mobilizam para nova paralisação
CRIME NA MADRUGADA
Mulher é brutalmente assassinada; carro foi visto deixando o local
CRIMINOSO FORAGIDO
Homem invade apartamento para roubar e estupra adolescente
FAMOSIDADES
Leonardo não foi ao casamento da filha, Jéssica, porque se irritou com o "cache" recebido pelo casal
DOENÇA TERRIVEL
Jovem com câncer terminal foge de hospital, realiza desejo de comer hambúrguer e morre
SUICIDIO
Técnica de enfermagem tira a própria vida dentro de banheiro de hospital
PACOTE PÁSCOA NO CAMPO BELO RESORT
Campo Belo Resort com pacote especial para a PÁSCOA, Confira aqui e já faça sua reserva
CORAJOSA
Mulher reage a assalto e dá surra em bandido
DESUMANIDADE
Motorista morre em acidente com caminhão e carga de frango é saqueada
LOTERIA
Loterias do final de semana podem pagar mais de R$ 23 MILHÕES