Menu
SADER_FULL
terça, 23 de outubro de 2018
LIMIT ACADEMIA
Busca
SICREDI_FATIMA
Brasil

Prefeito é assassinado em emboscada na Bahia

7 Mai 2007 - 10h03
O prefeito de Aurelino Leal (340 km de Salvador, BA), Gilberto Ramos de Andrade (PR), foi morto a tiros, na tarde de sábado (5). Para a polícia, o crime foi de pistolagem --feito sob encomenda.

A mulher de Andrade, Patrícia Sanches, foi presa sob suspeita de ser mandante do crime. Os advogados dela negaram o envolvimento no crime. Afirmaram ainda vão pedir habeas corpus para libertá-la, sob a alegação de falta de provas.

O crime ocorreu na BR-101, em Aurelino Leal. O carro que o prefeito dirigia ao lado do sogro, Joaquim Sanches, foi interceptado por dois homens, que atiraram pelo lado do passageiro. Nenhum disparo atingiu o sogro.

Ferido, o prefeito chegou a sair do carro e correr para a beira da rodovia, mas foi seguido pelos dois homens, que o agrediram. Ele não foi socorrido pelo sogro, mas por um morador que passava pelo local. No trajeto para o hospital, Andrade disse, pouco antes de morrer, que a mandante havia sido sua mulher.

A prisão de Patrícia foi baseada no depoimento do morador que socorreu o prefeito.
 
 
Folha Online

Deixe seu Comentário

Leia Também

CIENCIA
A estranha imagem 'que se move' e intriga a internet
DOURADOS - UNIPAR EAD
UNIPAR EAD com cursos de Educação Física, Letras, Marketing e mais 22 cursos, Confira todos aqui
ASSALTO A ONIBUS
Bandidos fortemente armados roubam três ônibus de turismo na BR-116
ACIDENTE FATAL
Mulher morre após colidir e capotar carro; veja vídeo
EMBRIAGADO
Condutor bêbado atropela duas crianças na calçada; menina de 7 anos morreu
NOVELA GLOBAL
'Minha mãe me usou, me prostituiu', lamenta Karola em 'Segundo sol'
SERÁ?
Bolsonora se assume candidato a ditador e oferece aos opositores a cadeia ou o exílio
DISPUTA ACIRRADA
Vox Populi: Distância cai para 6 pontos
AGRESSÃO
Justiça manda penhorar bens de Dado Dolabella para pagar indenização a camareira agredida
HOMICÍDIO - 17 TIROS
Empresário é morto com 17 tiros; acusados estão detidos