Menu
LIMIT ACADEMIA
quarta, 23 de janeiro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Preços dos fertilizantes têm aumento de até 40%

21 Jul 2007 - 09h40

Os fertilizantes para a safra 2007/08 estão até 40% mais caros em relação ao último ano agrícola, segundo pesquisa feita pela reportagem nas principais lojas do ramo em Campo Grande. A majoração do preço, conforme as empresas especializadas, foi provocada pela elevação no valor da matéria-prima no mercado internacional, o que afetou o mercado interno já que a maior parte da produção é importada.

Entre os fertilizantes, o maior aumento se deu no preço dos fosfatados, cujo valor aumentou em torno de 40%, saltando de US$ 80,00 para US$ 100,00 por tonelada. A demanda internacional de fertilizantes aumentou em função da expansão na área agrícola em países como os Estados Unidos. Isso provocou o crescimento na procura por adubos, o que alavancou os preços no mercado externo, já que as fábricas acabam repassando o aumento para a ponta da cadeia produtiva, ou seja, para o agricultor.

Conab

Segundo o levantamento mais recente feito pela Conab (Companhia Nacional de Abastecimento), em maio deste ano os fertilizantes apresentaram aumento de 26,36% em relação ao mesmo mês do ano passado.

A alta mais acentuada foi verificada no preço do Supersimples, cuja tonelada saltou de R$ 440,00 em maio do ano passado para R$ 684 este ano – aumento de 55%. O Sulfato de Amônia apresentou elevação de 52%, com os valores saltando de R$ 460 para R$ 701 no período. Conforme a pesquisa da Conab, o único produto que teve queda no preço foi o Sulfato de Zinco. Em maio do ano passado a tonelada do produto estava cotada a R$ 2,890 mil e no mesmo mês deste ano passou para R$ 2,720, uma deflação de 5,88%.

Glifosato

Diferente dos fertilizantes, os agrotóxicos mantiveram os preços praticamente estáveis em relação à última safra. O único produto que apresentou aumento foi o glifosato, defensivo usado no controle de ervas daninhas nas lavouras de soja transgênica.

O produto teve majoração de 35% em relação à safra passada, sendo que a alta no valor do produto ocorreu em função do aumento na demanda gerada pela expansão nas áreas de soja transgênica. Além disso, o glifosato é produzido por uma única indústria, o que facilita o controle sobre os preços do produto no mercado, enquanto os demais produtos se mantiveram estáveis.

Sementes

O valor das sementes de soja convencional teve alta de em média 10% para a safra 2007/08 devido ao fato de os produtores, prevendo uma demanda muito grande por sementes de soja transgênica, não prepararam muita semente convencional. Contudo, as variedades transgênicas não apresentaram a mesma estabilidade que a das convencionais e o consumo não aumentou tanto como o esperado.

Ainda de acordo com o levantamento da Conab, os preços das sementes subiram, em média, 5,54% entre novembro e maio deste ano se comparados com o período de maio a novembro de 2006. Os reajustes maiores foram no Maranhão (18,76%), Rio Grande do Sul (14,88%) e Minas Gerais (13,63%).

 

 

Mídia Max

Deixe seu Comentário

Leia Também

FAMOSIDADES
Aos 67 anos, Amado Batista assume namoro com jovem de 19 anos de idade
LUTO - TV
Ator Caio Junqueira morre no Rio uma semana após acidente
ANJO DA GUARDA
Amigo dá lar a mulher que viveu 40 anos internada no HC
MAMATA
General corta contratinho de R$ 30 milhões para manter jornalistas no exterior
PERSISTÊNCIA
Filho de faxineira e porteiro passa em medicina no Paraná
RENOVAÇÃO LICENÇA
Extinção de mais 130 rádios comunitárias no Brasil deve alcançar emissora de Ponta Porã
CENAS FORTES
Vídeo flagra mulher sendo agredida por ex-marido com socos e chutes
GUERRA NO RJ II
Parentes de mortos durante chacina em São Gonçalo e Itaboraí dizem que vítimas eram inocentes
GUERRA NO RJ
Chacina deixa pelo menos 7 mortos na Região Metropolitana do Rio
BBB 19
Famosos protestam contra Maycon por agredir animais e mãe o defende: 'Não é um monstro'