Menu
SADER_FULL
sábado, 23 de fevereiro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Preço do trigo sobe 38% em julho

2 Ago 2010 - 10h48Por Folha Online

O contrato setembro, o mais negociado, subiu 5,42%, para US$ 6,6150 por bushel.

O preço disparou 38% em julho. Na sexta-feira, a FAO (Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação) sinalizou que, por causa dos problemas na oferta russa, as estimativas para a produção e os estoques mundiais em 2010/11 deverão ser reduzidas em 10 milhões a 15 milhões de toneladas. Em junho, a FAO previu uma safra de 676 milhões de toneladas.

Outro mercado a disparar ontem foi o de café arábica. O contrato para setembro atingiu o maior preço em 12 anos na Bolsa de Nova York, elevado por compras de fundos de investimento e pela escassa oferta de grãos de boa qualidade.

O vencimento subiu 1,88%, para 176,30 centavos de dólar por libra-peso, o fechamento mais forte desde fevereiro de 1998. No mês, a alta acumulada foi de 5,67%.

No algodão, o contrato com vencimento em outubro subiu 2,08%, para 82,36 centavos de dólar por libra-peso. O mercado passa pelo período de entressafra nos Estados Unidos e há pouca oferta da fibra no país, o que tem mantido os preços firmes.

Deixe seu Comentário

Leia Também

PEDOFILIA
Babá de 15 anos recebia dinheiro para ter relações com patrão
PREOCUPANTE
Mineradora declara situação de emergência em barragem de Araxá
INTOLERANCIA RELIGIOSA
Delegado solicita ida à casa do 'BBB 19' para interrogar Paula, investigada por intolerância
RESUMO DAS NOVELAS
Mercedes convoca Murilo para uma conversa
CORTE CEGO
Megaoperação da PM em 18 bairros tem três mortos e cinco feridos
PERSISTÊNCIA
Ex-faxineiro se forma em Jornalismo e já está empregado
O QUE IMPORTA PARA VOCÊ?
Equipe médica leva paciente de UTI à formatura do filho
INDIGNAÇÃO
Pedreiro desafia Rodrigo Maia: 'Trabalhe 30 dias numa obra, que trabalho até os 80'
AMOR INCONDICIONAL
Cadela espera toda noite pela chegada de Boechat, diz mulher do jornalista
VIOLENCIA DOMESTICA
Reconstrução de rosto de mulher espancada na Barra vai durar seis meses, diz médico