Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
terça, 13 de novembro de 2018
LIMIT ACADEMIA
Busca
SICREDI_FATIMA
Brasil

Preço do álcool recua 30% em três semanas

12 Mai 2007 - 10h43

O preço do álcool combustível caiu cerca de 30% nas usinas paulistas nas últimas três semanas, segundo o Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada).

A maior queda foi registrada nesta semana, chegando a 13,8% e levando o litro do combustível para R$ 0,7495. De acordo com o Cepea, a redução dos preços é resultado do estágio mais avançado de processamento da cana e do aumento da produção.

Segundo a Unica (União das Indústrias de Cana-de-Açúcar), 145 das 268 usinas do centro-sul já começaram a moenda para a produção de açúcar e álcool. No ano passado o processamento começou mais tarde, tanto que na segunda semana de maio a queda no preço do álcool nem havia chegado a 1%, segundo dados do Cepea.

"Algumas unidades anteciparam a moagem por ser a primeira safra, outras estão aproveitando a demanda aquecida", afirma a pesquisadora em açúcar e álcool do Cepea, Evelise Rasera Bragato.
Os preços também podem ser impactados pela safra maior.

Segundo a estimativa da Conab, a produção nacional da safra 2006-2007 ficará 10,3% acima da anterior, chegando a 475,73 milhões de toneladas. Não há estimativa de quanto já está em processamento, mas ainda há a expectativa de queda nos preços. É que, apesar de a maioria das unidades terem começado o processamento no mês passado, a safra termina só em dezembro, e no Nordeste ela só começa em setembro.

No entanto, Evelise ressalta que há fatores climáticos e de mercado que podem levar o preço para outro caminho. "Parte da produção pode ir para o exterior, há possibilidade de estocagem do produto ou de retenção do álcool destinado ao mercado nacional por meio dos contratos", diz a pesquisadora.

O álcool anidro, misturado à gasolina, também teve uma queda brusca na última semana, chegando a ter o preço reduzido em 8,04%. No entanto, segundo Evelise, a prioridade dos produtores é a produção de álcool combustível, por isso a queda foi maior (13,8%).

"Nem sempre é assim, o comportamento é diferente a cada ano. Neste, os produtores estão aproveitando a venda de carros flex." Segundo a Anfavea, 82,1% dos automóveis licenciados no mês de abril de 2007 foram bicombustíveis, um total de 139.555 veículos.

 

 

RMT Online

Deixe seu Comentário

Leia Também

ACIDENTE DE TRANSITO
Caminhão passa por cima de veículos e explode em grave acidente
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Marilda (Letícia Spiller) é flagrada nua e finge ser uma assombração
BNDS
“Se não abrir a caixa preta do BNDES, está fora!”, diz Bolsonaro sobre Levy
FAMOSIDADES
Susana Vieira está com leucemia, mas a doença está controlado, diz assessoria
NOVELA GLOBAL
Marina Ruy Barbosa é a heroína de 'O sétimo guardião': 'Luz foge do tradicional'
CONSTRANGIMENTO
Claudia Leitte quebra silêncio e desabafa sobre polêmica com Silvio Santos
OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Concursos oferecem mais de 1 mil vagas e salários de até R$ 6,6 mil no MS
NOVA EQUIPE
Bolsonaro intensifica processo de transição esta semana em Brasília
ESPORTE EM TOUROS
VÍDEO: Peão de MS morre após ser pisoteado por touro em rodeio no interior de SP
ULTIMO CAPITULO
Globo exibe último capítulo de Segundo Sol e assunto bomba