Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
terça, 19 de fevereiro de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Preço da carne deve subir mais 15% em MS

3 Ago 2010 - 10h14Por Correio do Estado

Os preços da carne bovina subiram quase 15% nas últimas semanas em Campo Grande/MS por conta da estiagem, que reduziu a oferta de animais para o abate nos frigoríficos. E a tendência é que os aumentos não parem.

Dados do Nepes (Núcleo de Estudos e Pesquisas Econômicas e Sociais da Uniderp-Anhanguera) revelam que o preço quilo do acém e da agulha, por exemplo, passou de R$ 7,22 para R$ 8,26, em média o que representa mais de 14%.

Todos os 13 cortes pesquisados pela instituição tiveram aumento. "Estamos com uma seca mais grave que no ano passado, o que reduz a pastagem dos animais, diminuindo a oferta aos frigoríficos, enquanto a demanda ainda é a mesma.

Podemos esperar para a outra metade do período de entressafra que ainda resta preços entre 10% e 15% maiores ao consumidor", afirmou o coordenador do Nepes, Celso Correia de Souza.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ACIDENTE FATAL
Adolescente é atropelada quando levava pai em cadeira de rodas, veja o vídeo
VIOLENCIA DOMESTICA
'Não consigo reconhecê-la', diz irmão de mulher espancada no 1° encontro
O REI ROBERTO CARLOS
Roberto Carlos vestiu rosa e se mostrou contrário a projeto de Jair Bolsonaro
BRIGA NO PLANALTO
Magoado e traído, Bebianno não vai poupar filho de Bolsonaro
TRÁGICO
Mãe do piloto de Ricardo Boechat morre três dias após o filho
OUTROS 10 ESTADOS
Horário de verão termina à meia-noite; relógios devem ser atrasados em 1h
BARBÁRIE
Rosane Santiago Silveira, torturada e morta em sua própria casa
CARRO DE APLICATIVO
Mulher é estuprada após aceitar água e bala em carro de app
VIOLENCIA DOMESTICA
Enquanto Lírio Parisotto era condenado, Luiza Brunet discutia campanha contra violência doméstica
CANALHA
Criança de 4 anos é estuprada no próprio aniversário