Menu
LIMIT ACADEMIA
domingo, 24 de fevereiro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Poupança volta a perder para inflação

11 Ago 2004 - 13h53
Pelo segundo mês consecutivo, a inflação medida no varejo brasileiro supera o rendimento oferecido pela poupança, aplicação mais tradicional do País. Ou seja, o dinheiro investido na caderneta não foi corrigido nem na mesma proporção da média dos preços na economia brasileira.
O IPCA de julho, medido pelo IBGE, registrou elevação de 0,91%, enquanto a poupança ofereceu pagou 0,7% em julho. Para agosto, a inflação poderá novamente superar a caderneta. Os recentes reajustes de energia elétrica, telefonia e planos de saúde deverão manter os índices de preços em patamar elevado. Também surgem novas notícias de aumentos nos preços da gasolina e óleo diesel, em função dos recordes de preços do petróleo no mercado internacional.

No ano - De janeiro a julho, porém, a aplicação ainda supera ligeiramente o aumento dos preços na economia brasileira. A caderneta acumula retorno de 4,55%, ante uma variação de 4,42% do IPCA.
Se o rendimento da poupança com índices de preços que têm também a variação do valor dos produtos no atacado, a caderneta perde de longe. O IGP-M, por exemplo, que é medido pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), acumula alta de 8,18% até julho, bem acima da rentabilidade da poupança.
Em consequência do forte aumento dos preços no atacado, sobretudo de produtos que têm seus preços definidos internacionalmente, como soja, nem mesmo os fundos referenciados DI superam o aumento desses índices. O CDI acumula variação de 8,92% até julho, acima do IGP-M, mas abaixo descontado o Imposto de Renda, o CDI tem alta de 7,14%.
A principal recomendação, dado o atual momento de baixa atratividade de outras aplicações e o perfil conservador dos investidores da poupança, é optar pelo CDB-DI. O título não sofre com os problemas de preços das Letras Financeiras do Tesouro (LFTs), como pode ocorrer em alguns fundos referenciados DI, que possuam papéis de prazo longo.
O CDB sofre a cobrança do imposto apenas no resgate dos recursos, o que eleva o rendimento em relação aos fundos. Lembre-se também de procurar uma rentabilidade acima de 93% do CDI, que corresponde a uma cobrança de uma taxa de administração de 1% ao ano em um fundo de investimentos.
 
 
 
DiárioNet

Deixe seu Comentário

Leia Também

PEDOFILIA
Babá de 15 anos recebia dinheiro para ter relações com patrão
PREOCUPANTE
Mineradora declara situação de emergência em barragem de Araxá
INTOLERANCIA RELIGIOSA
Delegado solicita ida à casa do 'BBB 19' para interrogar Paula, investigada por intolerância
RESUMO DAS NOVELAS
Mercedes convoca Murilo para uma conversa
CORTE CEGO
Megaoperação da PM em 18 bairros tem três mortos e cinco feridos
PERSISTÊNCIA
Ex-faxineiro se forma em Jornalismo e já está empregado
O QUE IMPORTA PARA VOCÊ?
Equipe médica leva paciente de UTI à formatura do filho
INDIGNAÇÃO
Pedreiro desafia Rodrigo Maia: 'Trabalhe 30 dias numa obra, que trabalho até os 80'
AMOR INCONDICIONAL
Cadela espera toda noite pela chegada de Boechat, diz mulher do jornalista
VIOLENCIA DOMESTICA
Reconstrução de rosto de mulher espancada na Barra vai durar seis meses, diz médico