MEGA_OKA_CARROS_
FatimaNews - Notícias de Fátima do Sul e região
Fátima do Sul, 22 de Outubro de 2017
DELPHOS_FULL
28 de Dezembro de 2004 11h07

População de negros e índios cresce em MS e soma 134 mil

 

Cresceu o número de negros e índios residentes em Mato Grosso do Sul, conforme o balanço divulgado nesta terça-feira pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) intitulado "Tendências Demográficas: uma análise da amostra do Censo Demográfico 2000". Conforme o último censo, a população negra representa 3,4% da população sul mato-grossense, que é de 2.233.610 de pessoas, segundo dados do órgão, o que corresponde a 75,9 mil pessoas. Em 1991 os negros representavam 2,2% do total.

Os índios e descendentes, que em 1991 representavam 1,8% da população, tiveram crescimento e já representam 2,6% dos sul mato-grossenses, o que corresponde a pouco mais de 58 mil pessoas. Já os chamados ‘amarelos’, de origem asiática, somavam 17,8 mil pessoas em 2000. Os estados com maior índice de negros são a Bahia (13%) e Maranhão (9,6%). Os pardos aparecem representando 38% da população.

Já a população branca, que teve queda de 2,3% na década de 80, representa mais da metade (54,7%) da população do Estado. O estudo aponta Santa Catarina como o Estado brasileiro com a maior incidência de brancos (89,3%) embora o número tenha diminuído progressivamente nas últimas décadas: em 1960 os brancos representavam 94,1% da população catarinense. Os estados brasileiros com menor índice de brancos são o das regiões norte e nordeste: Amazonas (24,2%); Roraima (24,8%); Bahia (25,2%).

 

 

Mídia Max News

Comentários
Veja Também
FÁBRICA_CALÇADOS
FARMÁCIA_CENTROFARMA_300
BANNER_LATERAL_ASSOMASUL
Últimas Notícias
  
REINO_MATRÍCULAS_2017
Eventos
dothCom © Copyright FatimaNews - Todos os Direitos Reservados.