Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 16 de fevereiro de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Popó perde título e invencibilidade

9 Ago 2004 - 07h06
 

O brasileiro Acelino Popó Freitas foi derrubado três vezes e acabou derrotado por nocaute técnico pelo norte-americano Diego Corrales, que acabou com a invencibilidade do rival e agora detém o título mundial da Organização Mundial de Boxe (OMB) na categoria peso leve.

Até a noite de ontem, Popó havia vencido os 35 combates que tinha disputado, 31 por nocaute. O cinturão que perdeu foi obtido em janeiro na vitória sobre Artur Grigorian (Alemanha).

Em sua primeira defesa do título e vestindo calção dourado, Popó começou bem a luta, não dando chances para o boxeador local.

Depois, Corrales igualou as ações. Com sua envergadura, tentava encurralar o brasileiro, que procurava se movimentar bastante, fugindo dos golpes do americano.

No sétimo assalto, já mostrando algum cansaço, Popó sentiu que podia finalizar o combate e soltou uma boa seqüência de golpes.

Mas no round seguinte, houve a primeira queda. Corrales desferiu uma boa direita.

Popó voltou a cair no nono assalto, e o árbitro ameaçou desclassificar o brasileiro por estar cuspindo o protetor bucal para ganhar tempo.

No round seguinte, o brasileiro voltou a ir à lona e, quando se levantou, abandonou a luta, perdendo por nocaute técnico.

Deixe seu Comentário

Leia Também

OUTROS 10 ESTADOS
Horário de verão termina à meia-noite; relógios devem ser atrasados em 1h
BARBÁRIE
Rosane Santiago Silveira, torturada e morta em sua própria casa
CARRO DE APLICATIVO
Mulher é estuprada após aceitar água e bala em carro de app
VIOLENCIA DOMESTICA
Enquanto Lírio Parisotto era condenado, Luiza Brunet discutia campanha contra violência doméstica
CANALHA
Criança de 4 anos é estuprada no próprio aniversário
HORARIO DE VERÃO
Atrase seu relógio! Horário de verão termina neste sábado(16)
CARCERE PRIVADO
Mulher é chicoteada com fio elétrico pelo marido
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Lutador de MMA mata ex de 16 anos, tenta suicídio e morre horas depois em hospital
VIOLENCIA NO RIO
Menina de 11 anos é baleada e morta em Triagem; moradores protestam
DOENÇA GRAVE
Leiliane ganha acompanhamento médico após desastre com Boechat