Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quinta, 21 de fevereiro de 2019
SADER_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Popó confiante para mais uma defesa de título hoje à noite

7 Ago 2004 - 09h01
 

Já em Nova York depois de dois meses de treinos nas Montanhas de Pocono, nos Estados Unidos, o baiano Acelino Popó Freitas está pronto para defender pela primeira vez o título dos leves da OMB (Organização Mundial de Boxe), conquistado em 2003. Neste sábado à noite, enfrenta o colombiano naturalizado americano Diego Chico Corrales, herdeiro do seu cinturão dos superpenas.

Tanto o brasileiro quanto o americano têm um cartel respeitável. Em 34 lutas, Popó venceu 30 por nocaute, o melhor índice de aproveitamento do mundo: 92%. Corrales ganhou 31 desta maneira em 38 combates, mas perdeu duas. A primeira para Floyd Mayweather em janeiro de 2001 e a segunda em outubro de 2003 para Joel Casamayor, de quem venceu a revanche e conquistou o título dos superpenas.

Popó não se preocupa com a força de Corrales e não mudou seu treinamento por causa das características do adversário. O americano mede 1,82m e a diferença de altura entre os dois chega a 17 cm. O brasileiro acha que estatísticas e análise de estilos servem como passatempo antes das lutas e que tudo se resolve mesmo quando soa o gongo.

"Vamos ver no sábado quem tem o golpe mais pesado. Ele é uma pessoa como outra qualquer, com duas mãos e duas pernas", disse Popó. Corrales ficou preso na Califórnia por 14 meses entre 2001 e 2002 por abuso contra a sua esposa. Protagonizou uma luta emocionante contra Casamayor em outubro passado.

Os dois foram à lona durante o combate, interrompido devido a um intenso sangramento no rosto do americano, causa da sua derrota. Diante de Mayweather, caiu cinco vezes e só parou quando seu treinador jogou a toalha no décimo round.

"Acho que os fãs gostam do meu estilo, pela garra que tenho. Eu e Popó somos dois dos melhores pugilistas do mundo. Estamos no auge ou perto dele nas nossas carreiras. É uma luta que pode entrar para a história", disse Corrales, campeão mundial júnior dos superpenas.

Oscar Suarez, treinador de Popó, disse que a luta servirá para provar mais uma vez o valor do baiano. "Corrales é um dos melhores na categoria. Acho que esta luta colocará o vencedor entre os melhores entre todos os pesos. Por isto é que decidimos enfrentar o Corrales. Para provar aos críticos que o Popó não está derrotando somente adversários fáceis. Ou vai ou racha", disse Oscar Suarez.


Globo On line

Deixe seu Comentário

Leia Também

REFORMA DA PREVIDÊNCIA
Aposentadoria é para viver, não para receber só à beira da morte
CHANTAGEM
Ladrões invadem estabelecimentos, obrigam funcionárias a tirarem a roupa, filmam e extorquem vítimas
FORAGIDO
Atirador invade escritório de advocacia e mata duas pessoas
BBB 19
Rízia chora por estar acorrentada: 'Vontade de desistir'
LARANJADA
Deputados do PSOL distribuem laranjas na chegada de Bolsonaro à Câmara
AMOR A PROFISSÃO
Pedreira caprichosa viraliza com trabalho detalhista e ganha novos clientes
FÁTIMA DO SUL - O BOTICÁRIO
O Boticário apresenta Quasar Brave, venha conferir no O Boticário em Fátima do Sul
SUPERAÇÃO
Jovem que morou 5 anos nas ruas se forma em Direito
FENÔMENO
Maior superlua de 2019 iluminará o céu nesta terça, 19
FAMOSIDADES
Padre sertanejo acusado de ostentação cobra entrada de idosos para assistir programa