Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
domingo, 16 de junho de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Popó confiante para mais uma defesa de título hoje à noite

7 Ago 2004 - 09h01
 

Já em Nova York depois de dois meses de treinos nas Montanhas de Pocono, nos Estados Unidos, o baiano Acelino Popó Freitas está pronto para defender pela primeira vez o título dos leves da OMB (Organização Mundial de Boxe), conquistado em 2003. Neste sábado à noite, enfrenta o colombiano naturalizado americano Diego Chico Corrales, herdeiro do seu cinturão dos superpenas.

Tanto o brasileiro quanto o americano têm um cartel respeitável. Em 34 lutas, Popó venceu 30 por nocaute, o melhor índice de aproveitamento do mundo: 92%. Corrales ganhou 31 desta maneira em 38 combates, mas perdeu duas. A primeira para Floyd Mayweather em janeiro de 2001 e a segunda em outubro de 2003 para Joel Casamayor, de quem venceu a revanche e conquistou o título dos superpenas.

Popó não se preocupa com a força de Corrales e não mudou seu treinamento por causa das características do adversário. O americano mede 1,82m e a diferença de altura entre os dois chega a 17 cm. O brasileiro acha que estatísticas e análise de estilos servem como passatempo antes das lutas e que tudo se resolve mesmo quando soa o gongo.

"Vamos ver no sábado quem tem o golpe mais pesado. Ele é uma pessoa como outra qualquer, com duas mãos e duas pernas", disse Popó. Corrales ficou preso na Califórnia por 14 meses entre 2001 e 2002 por abuso contra a sua esposa. Protagonizou uma luta emocionante contra Casamayor em outubro passado.

Os dois foram à lona durante o combate, interrompido devido a um intenso sangramento no rosto do americano, causa da sua derrota. Diante de Mayweather, caiu cinco vezes e só parou quando seu treinador jogou a toalha no décimo round.

"Acho que os fãs gostam do meu estilo, pela garra que tenho. Eu e Popó somos dois dos melhores pugilistas do mundo. Estamos no auge ou perto dele nas nossas carreiras. É uma luta que pode entrar para a história", disse Corrales, campeão mundial júnior dos superpenas.

Oscar Suarez, treinador de Popó, disse que a luta servirá para provar mais uma vez o valor do baiano. "Corrales é um dos melhores na categoria. Acho que esta luta colocará o vencedor entre os melhores entre todos os pesos. Por isto é que decidimos enfrentar o Corrales. Para provar aos críticos que o Popó não está derrotando somente adversários fáceis. Ou vai ou racha", disse Oscar Suarez.


Globo On line

Deixe seu Comentário

Leia Também

MULHER DO PRESIDENTE
Esposa de Jair Bolsonaro cai na internet, fotos íntimas são exibidas e todos ficam sem acreditar
DOURADOS - MANIFESTAÇÕES
Dono da Havan manda 'recado' a manifestantes após protesto em frente a loja de Dourados
VENENOSA
Agricultor é picado por cobra jararaca
FORÇA DE VONTADE
Advogado que pedia emprego na rua é contratado e ganha pós-graduação
CASO DE POLÍCIA
Filho mata a mãe e rouba seu cartão para comprar cocaína
EQUIPARADO AO RACISMO
Agora Homofobia é crime, STF criminaliza
DOENÇA DO SÉCULO
Jovem de 19 anos com depressão comete suicídio e choca cidade
REVOLTANTE
Filho é preso por ficar com aposentadoria e manter pais idosos morando em situação de miséria
BARBÁRIE
Nus e amarrados, corpos de três jovens são encontrados mortos em matagal
CAMPANHA DO AGASALHO
Escola Adventista se destaca na campanha do agasalho e leva prêmios